Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Irão reage a eventual retirada de Estados Unidos de acordo nuclear

media  
O ministro dos negócios estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif. CBS.Com

O Irão reage a intenção manifestada por Donald Trump de retirar os Estados Unidos do acordo sobre o programa nuclear iraniano. Em caso de os Estados Unidos abandonarem o acordo rubricado em 2015, as autoridaddes de Teerão afirmam que o seu país está pronto para voltar a enriquecer urânio. O chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif, declarou que esta será a resposta do seu país a administração Trump.

O Irão não visa o fabrico de uma bomba atómica, mas em caso de uma retirada dos Estados Unidos do acordo sobre o programa nuclear iraniano assinado em Julho de 2015 sob a égide da Agência Internacional de Energia Atómica, o país voltará a enriquecer urânio, bem como tomará posteriormente outras medidas radicais.

Eis o que afirmou em Nova Iorque Mohammad Javad Zarif, ministro dos negócios estrangeiros iraniano, perante a intenção de Washington de retirar-se do acordo nuclear assinado com o país do Golfo.

Donald Trump deu até ao dia 12 de Maio como prazo, para que os europeus modifiquem as cláusulas do acordo com o Irão, sem o qual, os Estados Unidos abandonarão o mesmo.

As declarações de Zarif sucedem as do Presidente Hassan Rohani, no início do mês de Abril, segundo as quais Washington arrepender-se-á da sua retirada do acordo nuclear e que Teerão responderia o mais rápidamente possível a decisão americana.

O chefe da diplomacia iraniana, apelou aos países europeus signatários do acordo para que eles dissuaduam Donald Trump, sublinhando que é a credibilidade dos Estados Unidos que está em causa, no seio da comunidade internacional.

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.