Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 16/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 16/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 16/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 16/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Presidente Xi Jinping visita França

media O Presidente da China, Xi Jinping, que iniciou o seu périplo europeu no dia 22 de Março de 2019. ALBERTO PIZZOLI/AFP

O Presidente da China Xi Jinping chegou neste domingo a França,última etapa do seu périplo europeu. No âmbito da sua visita, o chefe de Estado chinês deve avistar-se com o seu homólogo francês, com quem janta esta noite em Nice, capital da Côte d'Azur francesa. Segundo observadores Macron está a tentar constituir uma frente europeia,para responder as ambições chinesas numa escala global.

Proveniente da Itália, o Presidente Xi Jinping chegou neste domingo a França, onde foi acolhido pelo ministro francês dos negócios estrangeiros, Jean-Yves Le Drian.

O chefe de Estado chinês encerra em França o seu périplo europeu, com em pano de fundo a guerra comercial com os Estados Unidos e a adesão da Itália ao projecto Rota da Seda, através do qual a China tenciona concretizar as suas ambições de potência global.

Perante uma Europa que sofre as consequências do braço de ferro entre americanos e chineses,o Presidente Emmanuel Macron, de acordo com os analistas, tenta constituir uma frente europeia de resposta aos objectivos globais da China.

A Rota da Seda que tem como objectivo ligar comercialmente a Ásia à Europa, é criticada por Washington e os seus aliados europeus, que a consideram um instrumento de dominação da China.

Xi Jinping replica aos seus detratores, insistindo que o projecto será uma rua de dois sentidos em matéria de investimentos e de comércio.

Durante a visita oficial que tem início nesta segunda-feira, a França e a China vão assinar acordos nos domínios da energia nuclear, da aeronáutica, assim como no das energias limpas.

Segundo os analistas,o dilema do Presidente Macron é que, ele deseja contribuir para o reforço dos laços entre a União Europeia e a China, mas ao mesmo tempo tenta contrariar as ambições globais de Beijing.

Na terça-feira, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, deverão deslocar-se a Paris, para um encontro conjunto com os chefes de Estado francês e chinês.

A reunião visa explorar pontos de convergência, na perspectiva da cimeira União Europeia-China prevista para o mês de Abril em Bruxelas.

A realidade é que o mundo mudou de forma significativa. A China de hoje, não é o país de outrora. Agora nós estamos a lidar com um parceiro importante,segundo declarou anonimamente um colaborador do Presidente Emmanuel Macron.

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.