Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Áustria: chanceler vai enfrentar moção de censura

media O chanceler austríaco Sebastian Kurz em Viena.18 de Maio de 2019. REUTERS/Leonhard Foeger

Após a demissão de Heinz-Christian Strache, vice-chanceler da Áustria e lider do FPÖ ( Partido da Liberdade ) da extrema-direita, assim como dos seus ministros, a Áustria enceta a segunda fase da sua crise com o depósito, na próxima semana, de uma moção de censura contra o chanceler Sebastian Kurz, que poderia agravar o clima político austríaco, antes das eleições legislativas antecipadas previstas para Setembro.

Depois da crise aberta provocada por um video, em que o ex-líder da extrema-direita austríaca e ex- vice-chanceler Heinz-Chiristian Strache propunha negócios à uma falsa apoiante russa, em troca de financiamento ao FPÖ, agora as atenções convergem para o chanceler conservador Sebastian Kurz.

Atingido por ricochete pelo agora chamado Ibizagate, Kurz deverá enfrentar na próxima semana uma moção de censura, que de acordo com os analistas poderá agravar a crise política na Áustria, que o jovem chanceler e o seu Partido Popular (OeVP) tinham tentado apaziguar, ao anunciar a organização de legislativas antecipadas para o mês de Setembro.

A moção de censura, que será votada pelo parlamento austríaco na segunda-feira, tem o apoio do partido ecologista Jetzt, detractor da aliança concluída, há um ano e meio, entre os conservadores do OeVP e o FPÖ( Partido da Liberdade), da extrema-direita.

Para que a referida moção contra o governo de Sebastian Kurz seja aprovada, será necessário o apoio do FPÖ, bem como dos sociais-democratas do SPOe, principal partido da oposição austríaco.

A proposta de moção de censura contra Seabastian Kurz, ocorre depois da demissão colectiva dos outros ministros do FPÖ, como protesto ao afastamento de Herbert Kick,igualmente membro do FPÖ, da pasta de ministro do Interior.

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.