Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

China apresenta queixa contra Estados Unidos na OMC

media Os Presidentes, Donnald Trump, dos Estados Unidos e Xi Jinping, da China Ed Jones, Paul J. RICHARDS / AFP

A China informa que apresentou na segunda-feira uma queixa contra os Estados Unidos, junto da Organização Mundial do Comércio. A queixa de Pequim é uma reacção contra as novas tarifas alfandegárias, no valor de vários mil milhões de dólares, aplicadas pelo governo americano às importações provenientes da China. Washington e Pequim estão envolvidos numa guerra comercial, desde há um ano, com consequências nefastas para a economia mundial.

A escalada na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China registou domingo um novo crescendo, com a aplicação por Washington de novas taxas alfandegárias à mais produtos chineses, por um total de centenas de mil milhões de dólares.

Para alémda promessa de retaliação, as autoridades de Pequim decidiram apresentar uma queixa à Organização Mundial do Comércio, contra as medidas da administração Trump.

Segundo o governo da China, as novas taxas alfandegárias implementadas pelos Estados Unidos, violam o consenso alcançado pelos Presidentes Xi Jinping e Donald Trump, no decurso do último encontro do G20, ocorrido em Osaka.

O Ministério do Comércio chinês comunicou que a queixa à OMC, visa salvaguardar os direitos legítimos e os interesses da China.

As novas tarifas alfandegárias americanas aplicadas aos produtos chineses, atingem o valor de 300 mil milhões de dólares. Pequim retaliou ao implementar taxas aos produtos americanos, por um total de 75 mil milhões de dólares.

Pequim entregou a sua queixa ao Orgão de Resolução de Litígios ( "Dispute Settlement Body", na sigla inglesa) da Organização Mundial do Comércio.

O ORL, uma espécie de Supremo Tribunal do Comércio Mundial, está também em conflito com os Estados Unidos, que acusa o orgão de ter ultrapassado as suas competências e violado a soberania nacional americana.

Washington tem bloqueado há varios meses a nomeação de novos juízes, para a secção de recursos do Orgão de Resolução de Litígios da OMC, como protesto contra veredictos do ORL .

Sem o quórum necessário, o regulamento estabelece que o ORL não está apto a julgar novos casos.

A administração Trump tem-se queixado sistemáticamente das regras da Organização Mundial do Comércio, que segundo ela são injustas com os Estados Unidos, não obstante o facto de que Washington beneficiou de decisões favoráveis, em todas as reclamações apresentadas à OMC.

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.