Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 27/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 02/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 27/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 02/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 27/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 02/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 27/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 02/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

William Tonet condenado a um ano de prisão com suspensão de pena condicionada ao pagamento de uma multa

media Jornalista Angolano William Tonet domínio público

Esta Segunda-Feira, William Tonet, advogado e director do semanário "Folha 8", foi condenado em tribunal de recurso a um ano de cadeia com pena suspensa, condicionada ao pagamento dentro do prazo máximo de cinco dias de uma multa de 100 mil dólares. Passado este prazo, o Tribunal Provincial de Luanda refere que em caso de não pagamento da multa, William Tonet poderia ser conduzido à cadeia.

O jornalista e advogado angolano foi acusado em 2007 de difamação, calúnia e injúria pelos generais Hélder Vieira Dias "Kopelipa" ministro de estado e da Casa militar da presidência, o então Procurador Militar, o general Pitagrós, e António Pereira Furtado então Chefe de Estado-maior das Forças Armadas Angolanas.

Ao dar conta da sua indignação face a esta decisão judicial, William Tonet expressa as suas dúvidas quanto á independência da justiça no seu país. Ao enunciar igualmente as dificuldades em reunir em cinco dias o valor reclamado pelo tribunal, o director da "Folha 8" refere que os seus advogados vão de novo interpor recurso.

William Tonet 10/10/2011 ouvir

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.