Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Descoberta de novo poço de gás natural no norte de Moçambique

media O poço situa-se a 45 quilómetros do litoral de Cabo Delgado, no norte de Moçambique Don Mason

A Galp Energia, parceira do consórcio internacional para a exploração da área 4 da Bacia do Rovuma, anunciou esta quarta-feira a descoberta de uma nova jazida de gás de dimensões importantes precisamente naquela zona situada no litoral norte de Moçambique.

Com reservas potenciais de 212, 5 mil milhões de metros cúbicos, o poço está localizado na exploração do bloco Mamba, o que permite aumentar o potencial de gás para 850 mil milhões de metros cúbicos só naquela zona.

O consórcio que, em comunicado, indicou pretender perfurar 5 poços adicionais em estruturas próximas durante este ano é detido a 70% pela empresa Italiana ENI, principal operador nesta área, a companhia Portuguesa Galp, a Sul-Coreana Kogas e a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos de Moçambique detendo respectivamente 10% das restantes participações.

Paralelamente, o anúncio desta nova descoberta acontece numa altura em que várias organizações da sociedade civil Moçambicana exigem que a exploração dos recursos naturais pelas multinacionais tenha reflexos nas condições de vida dos Moçambicanos.

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo 15/02/2012 ouvir

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.