Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 27/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 02/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 27/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 02/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 27/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 02/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 27/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 02/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 02/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Divulgação da lista definitiva dos candidatos às eleições gerais de Angola

media O Presidente Angolano José Eduardo dos Santos é candidato à sua própria sucessão AFP PHOTO / STEPHANE DE SAKUTIN

O Tribunal Constitucional angolano entregou esta sexta-feira em Luanda à Comissão Nacional Eleitoral as candidaturas dos partidos políticos e coligações aprovados para concorrer às próximas eleições gerais previstas para o dia 31 de Agosto.

O Tribunal Constitucional recebeu no total candidaturas de 19 partidos e 8 coligações. Deste número, anunciou na segunda-feira a aprovação de apenas 5 partidos e 4 coligações. De acordo com a lei eleitoral, foi dado aos partidos e coligações não aprovados o prazo de 48 horas para apresentarem as suas respectivas reclamações.

Feitas as avaliações das reclamações, o Tribunal Constitucional confirmou definitivamente, sem direito a recurso, a sua decisão de validar as candidaturas de 5 partidos e 4 coligações, entre os quais os partidos históricos MPLA, UNITA, FNLA e a recente coligação CASA-CE do ex-dirigente da UNITA, Abel Chivukuvuku. Por outro lado, permanecem excluídas as candidaturas do Bloco Democrático do professor universitário Justino Pinto de Andrade, bem como do Partido Popular liderado pelo advogado e activista dos Direitos Humanos David Mendes.

Estes líderes partidários assim como outras formações, nomeadamente a UNITA, multiplicaram as críticas contra o sistema de avaliação das candidaturas utilizado pelo Tribunal Constitucional, o ficheiro informático central que apresenta deficiências que podem pôr em causa a transparência do processo eleitoral.

Avelino Miguel, correspondente em Luanda 06/07/2012 ouvir

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.