Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 27/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 27/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 27/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 27/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Ex-militares voltam a pressionar Presidência de Angola

media José Eduardo dos Santos, presidente de Angola AFP FOTO / STEPHANE DE SAKUTIN

A Comissão de Ex-Militares Angolanos entregou, esta sexta-feira, na Presidência angolana, um documento com as problemáticas que afectam este segmento. Os ex-militares dão perto de duas semanas ao executivo para resolver a questão.

O Estado angolano tem até ao dia 15 de Agosto para dar seguimento ao documento entregue hoje pela Comissão de Ex-Militares Angolanos (COEMA) na Presidência do país. Caso não o faça, os ex-militares ameaçam com mais manifestações e responsabilizam o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, na qualidade de comandante em chefe das Forças Armadas Angolanas pela situação.

Em causa está o pagamento de subsídios e pensões por invalidez, a par da integração na segurança social. O general na reforma Silva Mateus, coordenador da COEMA, fala em cerca de 60 mil ex-militares nestas condições. Por isso, a COEMA exige à Presidência angolana a criação de uma comissão conjunta bilateral que resolva todas estas situações.

Silva Mateus, coordenador da COEMA 03/08/2012 ouvir

Neste mesmo dia, no Lubango, centro sul do país, teve lugar uma manifestação de ex-militares ligados ao Fórum Independente dos Desmobilizados de Guerra de Angola (FIDEGA). As reivindicações passam, também, pela regularização de subsídios em atraso.

A iniciativa, que teve lugar esta manhã, foi dispersada à bastonada pela Polícia de Intervenção Rápida. Na altura, pelo menos 15 pessoas foram detidas, entretanto todas elas já se encontram em liberdade.

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.