Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/05 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/05 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/05 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/05 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/05 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/05 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/05 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/05 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/05 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/05 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/05 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/05 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Diferendo sobre o Lago Niassa exacerba tensões entre o Malawi e a Tanzânia

media Pormenor do Lago Niassa

 A linha de fronteira entre o Malawi e a Tanzânia em torno do Lago Niassa, estipulada em 1890 por um Tratado entre a Alemanha e a Grã-Bretanha, volta a opôr estes dois países e preocupa Moçambique, que vai assumir a presidência rotativa da SADC dia 18 de Agosto.

Moçambique, Malawi e Tanzânia partilham as águas do Lago Niassa, que o Malawi denomina Lago Malawi, com em pano de fundo rumores de existência de jazidas de petróleo e gás e ameaças de conflito entre estes dois últimos países.

Em finais de Julho a Tanzânia advertiu o Malawi para que pusesse termo à prospecção efectuada pela companhia britânica Surestream Petroleum, o que o Malawi recusou, alegando estar a fazer pesquisas nas suas águas territoriais, desde então assiste-se a uma escalada nas ameaças de momento apenas verbais.

 Silvério Rongwane, docente no Instituto Superior de Relações Internacionais .de Moçambique, considera que o Malawi brande o espectro de uma "ameaça externa" apenas com o fim de agregar a sua população.

 

Silvério Rongwane 09/08/2012 ouvir

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.