Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 12/02 16h00 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 12/02 17h00 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 12/02 18h00 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 12/02 19h00 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/02 19h10 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 07/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 16h06 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 07/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 17h06 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 07/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 18h06 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 07/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/02 19h06 GMT
África

Encerramento da campanha eleitoral em Angola

media Vista aérea de Luanda Getty Images

Coloca-se esta quarta-feira o ponto final sobre praticamente um mês de campanha para as eleições gerais de 31 de Agosto em Angola, uma campanha marcada designadamente por alguma tensão e por uma certa disparidade de meios entre as nove formações políticas concorrentes, com o MPLA no poder a ocupar a esmagadora maioria dos cartazes ou da animação de rua.

Neste último dia de campanha, o Presidente cessante e candidato do MPLA, José Eduardo dos Santos, discursou perante uma multidão num comício no Estádio 11 de Novembro nos arredores de Luanda onde se afirmou convicto da vitória.

Por seu lado, Isaías Samakuva, cabeça de lista da UNITA, principal partido de oposição que durante as últimas semanas tem apelado ao adiamento das eleições, optou por um comício no Huambo, feudo de implantação do seu partido, antes de um derradeiro pronunciamento na capital a poucas horas do fecho definitivo da campanha.

A CASA-CE de Abel Chivukuvuku, antigo membro da UNITA, apostou quanto a si num encontro directo com os eleitores, desfilando com o seu material de campanha por algumas artérias da capital. Esta opção acabou por ser também escolhida pelos outros partidos e coligações que participam na corrida eleitoral, o PRS, Partido da Renovação Social, a FNLA, Frente Nacional de Libertação de Angola, o Partido Popular para o Desenvolvimento, o Conselho Político da Oposição, a Nova Democracia bem como a Frente Unida para a Mudança de Angola.

O enviado especial da RFI a Luanda Miguel Martins faz o relato deste último dia de campanha.

Miguel Martins, enviado especial da RFI em Luanda 29/08/2012 ouvir

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.