Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Tráfico de madeira e corrupção em Moçambique

media A desflorestação em África é um problema ambiental de primeiro plano Greenpeace/DR

« Laços de primeira classe : Tráfico de madeira e corrupção em Moçambique », assim se intitula o relatório publicado hoje em Londres, que denuncia as ligações de alto nível entre moçambicanos e importadores chineses pouco escrupulosos. No ano passado, Moçambique perdeu 30 milhões de dólares (22 milhões de euros ), devido ao tráfico ilegal de madeira.

Um estudo publicado esta Quinta feira em Londres, pela ong Environmental Investigation Agency, revela que  metade das exportações de madeira moçambicana para a China são ilegais.
Intitulado « Laços de primeira classe : Tráfico de madeira e corrupção em Moçambique », o relatório sublinha que em 2012 o valor total das exportações de madeira para a China atingiu 130 milhões de dólares, e que o País poderia ter ganho 29 milhões de dólares de impostos.

Carlos Serra jr., jurista ambiental da ong moçambicana Terra Viva, afirma que Moçambique tem grandes dificuldades em travar este tráfico ilegal.

Carlos Serra Jr. - As dificuldades legislativas 07/02/2013 ouvir

Ainda segundo o relatório da Environmental Investigation Agency, as autoridades moçambicanas têm desenvolvido esforços para combater o tráfico ilícito de madeira, mas vários homens políticos moçambicanos, em colaboração com comerciantes chineses pouco escrupulosos, têm conseguido contornar as leis. Para o jurista ambiental Carlos Serra jr. , as empresas chinesas operam em Moçambique com condições definidas pelas autoridades moçambicanas, que se têm mostrado demasiadamente brandas.

Economia e Corrupção 07/02/2013 ouvir

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.