Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 20/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

19 anos depois vulcão ameaça ilha do Fogo

19 anos depois vulcão ameaça ilha do Fogo
 
Reprodução

A semana fica marcada pela erupção vulcânica na ilha do Fogo, 19 anos depois, o vulcão voltou a acordar deixando sob ameaça a povoação de Chã das Caldeiras, onde as lavas já consumiram varias casas. O Governo cabo-verdiano decretou a "situação de contingência" por tempo indefinido. O decreto abrange os três concelhos do Fogo, São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina, bem como o da ilha Brava.

Em Moçambique a semana fica marcada pelas declarações do líder da Renamo, principal partido de oposição, Afonso Dhlakama, que continua o périplo pelo norte e centro do país onde segundo a contagem paralela da Renamo o seu partido ganhou, voltou a pedir a recontagem dos votos e disse que se não houver governo de gestão no país, haverá uma revolução.

Exigência que não faz qualquer sentido para Edson Macuácua porta-voz do presidente da Republica, Armando Guebuza, que refere que o governo de gestão ou de transição é inconstitucional. As declarações são feitas depois dos deputados terem chumbado na Assembleia da República, esta semana, o pedido da Renamo de debater em sessão extraordinária a criação de um governo de gestão, e numa altura em que a Assembleia que começou a analisar, entre outros, o estatuto de líder de oposição para Afonso Dhlakama. O presidente da Renamo que veio entretanto recusar este estatuto referindo que seria uma forma de o tentarem "silenciar".

Em São Tome e Príncipe, os novos deputados da Assembleia Nacional foram empossados na sessão constitutiva da décima Legislatura. O presidente da República, Manuel Pinto da Costa, defendeu no seu discurso a união de todos e a boa governação. Manuel Pinto da Costa que confirmou, dois dias depois, o nome de Patrice Trovoada como o primeiro-ministro do próximo executivo do país.

Em Angola, as imagens de Laurinda Gouveia circularam um pouco por todo o mundo. A activista angolana e o seu companheiro Oldaír Fernandes foram espancados pela polícia durante a manifestação da CASA-CE, que saiu à rua no passado domingo. Laurinda Alves disse à RFI que vai apresentar queixa contra os oficiais de polícia. O Bloco Democrático exige prisão e a consequente ida a julgamento do oficial da polícia que ordenou a agressão da jovem activista, Laurinda Gouveia, durante a última manifestação em Luanda.

No plano económico, Angola viu defraudadas as expectativas na reunião da Organização dos países produtores de petróleo, em Viena. A OPEP decidiu manter a produção do ouro negro a 30 milhões de barris por dia, isto quando o preço do barril está nos 75 dólares, o mais baixo desde há quatro anos. O economista angolano, Vicente Pinto de Andrade, reconheceu o impacto negativo que esta medida vai ter no orçamento geral de Angola.

Na Guiné-Bissau, o porta-voz do ministério da Administração Interna confirmou que foram encontrados, acampados em território guineense, rebeldes  que lutam pela independência de Casamança, na região sul do Senegal.

No plano diplomático, a União Europeia assinou com a Guiné-Bissau um novo acordo de pescas, que permite durante três anos a compra de licenças por quarenta navios, contribuindo Bruxelas com 9,2 milhões de euros anuais.

 

 

  • Guiné-Bissau, assaltada sede do PAIGC, no poder

    Guiné-Bissau, assaltada sede do PAIGC, no poder

    Na semana em que o primeiro-ministro guineense Umaro Sissoko Embalo afirmou na cidade da Praia, que a Guiné-Bissau já não tem problemas políticos, …

  • Mocímboa da Praia sob tensão

    Mocímboa da Praia sob tensão

    Esta semana foi de expectativa em Mocímboa da Praia, no norte de Moçambique, teatro de violências cujos contornos ainda permanecem por averiguar. …

  • Semana sangrenta em Moçambique

    Semana sangrenta em Moçambique

    Em Moçambique a semana ficou marcada pela violência. Um ataque perpetrado por um grupo de homens armados que tentou tomar de assalto o comando distrital …

  • Tomadas de posse em Angola

    Tomadas de posse em Angola

    Destaque nesta "Semana em África", deste sábado 30 de Setembro, para Angola com as tomadas de posse do novo presidente, João Lourenço, …

  •  África Lusófona discursa na ONU

    África Lusófona discursa na ONU

    Semana da 72a Assembleia Geral da ONU, da morte do filho de Joaquim Nafoia em Angola, do início da campanha contra o paludismo em São Tome é Príncipe. …

  • Tribunal Constitucional de Angola valida eleições

    Tribunal Constitucional de Angola valida eleições

    Em Angola, o tema da semana foi a rejeição dos recursos apresentados pelos partidos da oposição para impugnar os resultados das eleições …

  • Angola com novo presidente eleito

    Angola com novo presidente eleito

    Esta foi a semana em que foram divulgados os resultados definitivos das Eleições Gerais angolanas de 23 de Agosto das quais, segundo a CNE, o MPLA no poder …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.