Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 12/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/11 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 12/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/11 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 12/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/11 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 12/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/11 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Parlamento Europeu aprova Acordo de Paris

media Ségolène Royal (esq.), ministra francesa do Ambiente e presidente da COP21, Ban Ki-Moon (centro), secretário-geral da ONU e Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu REUTERS/Vincent Kessler

O Parlamento Europeu aprovou a Acordo de Paris, que prevê a redução das emissões de gases com efeito de estufa responsáveis pelas alterações climáticas. Com esta ratificação o documento pode já entrar em vigor.

Os Estados-membros já tinham confirmado a vontade de uma ratificação acelerada e conjunta do Acordo de Paris, mesmo antes da conclusão dos processos de ratificação individuais. Com este carimbo europeu, o documento tem via aberta para entrada em vigor no prazo de 30 dias.

Para entrar em vigor, o acordo teria de ser rubricado por, pelo menos, 55 países responsáveis por 55% das emissões de gases com efeito de estufa. Esta aprovação pelo Parlamento Europeu permitiu atingir estes objectivos, uma vez que apesar de ratificado por 62 países, estes representam apenas 52% das emissões.

O Acordo de Paris é o resultado mais visível da cimeira do clima que teve lugar no final de 2015 na capital francesa e que juntou “à mesma mesa” 196 países. O objectivo é reduzir as emissões de gases com efeito de estufa responsáveis pelas alterações climáticas.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.