Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Berço da humanidade: África ou Europa?

Berço da humanidade: África ou Europa?
 
"Toumaï" era até agora considerado o mais velho pré-humano, mas estudo aponta que "Graecopithecus" é mais velho. JACQUES DEMARTHON / AFP

Uma investigação recente aponta que o berço da humanidade poderá estar na Europa e não em África, mas Eugénia Cunha, especialista em Antropologia Biológica, considera que “não é só uma descoberta que pode fazer virar o foco da África para a Europa”. O estudo aponta o “Graecopitecus freybergi” como o mais velho pré-humano com 7,2 milhões de anos, mais 200 mil anos que "Toumaï", encontrado no Chade, em 2001.

Um estudo internacional, publicado na revista cientifica Plos One, aponta que o berço da humanidade poderá estar na Europa e não em África. Os investigadores basearam-se nos fósseis de uma mandíbula inferior encontrada na Bulgária e de um dente pré-molar superior descoberto na Grécia, atribuídos a uma espécie de pré-humano baptizado “Graecopitecus freybergi”. O Graecopitecus teria 7,2 milhões de anos, ou seja, seria mais velho 200 mil anos que o até agora mais antigo pré-humano encontrado em África e que foi chamado de "Toumaï".

Apesar do fervor mediático gerado pela investigação, Eugénia Cunha, especialista em Antropologia Biológica, considera que “não é só uma descoberta que pode fazer virar o foco da África para a Europa” e defende que o berço da humanidade vai continuar a ser África até mais provas substanciais em contrário.

Clique na imagem principal para ouvir o magazine Ciência.


Sobre o mesmo assunto

  • Ciência

    Descobertos em Marrocos hominídeos com mais de 300 mil anos

    Saber mais

  • Ciência

    Mudanças climáticas:"África é refém das grandes potências"

    Saber mais

  • Ciência

    Zelândia: o continente submerso

    Saber mais

  • Ciência

    As "Terras" de Trappist - 1

    Saber mais

  • Le Bourget: Airbus e Boeing com mais de 600 encomendas

    Le Bourget: Airbus e Boeing com mais de 600 encomendas

    Encerrou este domingo a Feira da Aeronáutica e do Espaço do Bourget, perto de Paris. Durante uma semana, mais de 2.000 expositores, oriundos de 48 países, mostram aos …

  • Lepra: uma doença que escapa à erradicação

    Lepra: uma doença que escapa à erradicação

    No Magazine Ciência vamos falar da lepra. A lepra é uma infecção crónica causada por duas bactérias. A doença é transmitida essencialmente entre pessoas. A lepra é mais …

  • “Educar os filhos sem bater

    “Educar os filhos sem bater", a beleza da infância

    “Educar os filhos sem bater” é o novo livro do psicólogo angolano Nvunda Tonet. Um ensaio sobre parentalidade positiva que visa servir de auxílio aos pais. Numa sociedade …

  • Taxa de seroprevalência aumenta em Moçambique

    Taxa de seroprevalência aumenta em Moçambique

    Moçambique registou um aumento da taxa de seroprevalência que atinge agora os 13,2% e coloca os pais entre os cinco piores do mundo. As conclusões fazem parte de uma …

  • Os oceanos deverão subir dois metros em 80 anos

    Os oceanos deverão subir dois metros em 80 anos

    Um novo estudo publicado na revista da Academia Americana das Ciências dá conta da probabilidade que a elevação do nível dos oceanos seja ainda mais grave.O estudo agora …

  • Biofiltros para dar água potável a populações desfavorecidas

    Biofiltros para dar água potável a populações desfavorecidas

    No Magazine "Ciência" vamos falar de biofiltros.O centro de Química Verde LAB em Luanda, em Angola, criou biofiltros para dar água potável às comunidades locais.António …

  • Pau de Cabinda proibido na União Europeia

    Pau de Cabinda proibido na União Europeia

    A venda de Pau de Cabinda passou a ser proibida, a partir desta terça-feira, em todos os países da União Europeia. A decisão foi tomada perante "uma incerteza científica" …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.