Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/01 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/01 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/01 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/01 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/01 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/01 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/01 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/01 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/01 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/01 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/01 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/01 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Urgente
Moçambique/Dívidas ocultas: Nyusi "disposto a colaborar" com a justiça

A “partidocracia” da justiça de Angola

A “partidocracia” da justiça de Angola
 
Líderes da oposição angolana AMPE ROGERIO / AFP

Em Angola, o Tribunal Constitucional decidiu e chumbou todos os recursos da oposição. UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA impugnaram, separadamente, os resultados das eleições gerais angolanas de 23 de Agosto. A oposição alega irregularidades e pedia a impugnação do pleito.

O Tribunal Constitucional de Angola pensa de outra forma, validou as eleições gerias que diz terem decorrido de forma organizada, participativa e ordeira além de "livres, transparentes, universais e justas".

Os recursos da oposição formam assim considerados “improcedentes”. Da decisão do Tribunal Constitucional não há direito a recurso.

William Tonet, jurista e jornalista angolano, ligado à oposição, sublinha a “partidocracia” da justiça angolana, o que retira independência às suas instituições.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Deputados da UNITA não vão tomar posse

    Saber mais

  • ANGOLA

    Angola: oposição vai impugnar resultados das eleições

    Saber mais

  • Angola

    Angola: CNE proclama João Lourenço presidente da República

    Saber mais

  • ANGOLA

    Angola: Comissão eleitoral rejeita suspeitas da oposição

    Saber mais

  • Grandes líderes mundiais ausentes do Fórum de Davos

    Grandes líderes mundiais ausentes do Fórum de Davos

    Abriu hoje as portas o Fórum Económico Mundial de Davos, na Suiça. Estão ali reunidos cerca de 3.000 empresários, dirigentes políticos …

  • Interesses económicos ditam desfecho eleitoral na RDC

    Interesses económicos ditam desfecho eleitoral na RDC

    A União Africana suspendeu a missão à República Democrática do Congo agendada para hoje depois de o Tribunal Constitucional ter confirmado …

  • Guineense é Mister Brasil África

    Guineense é Mister Brasil África

    Vensam Ialá tem 29 anos e mora no Brasil há cerca de nove. Ele foi eleito no mês passado em São Paulo Mister Brasil África. A paixão …

  • Kabila,

    Kabila, "estratega político de grande craveira"

    A União Africana pediu à Republica Democrática do Congo a suspensão da proclamação dos resultados definitivos. O apelo consta …

  • Renamo:

    Renamo: "Triunfou uma linha de moderação e continuidade"

    Ossufo Momade é o novo presidente da Renamo. O líder interino da Resistência Nacional Moçambicana venceu as eleições para a presidência …

  • Brexit: a queda do acordo de May

    Brexit: a queda do acordo de May

    O parlamento britânico chumbou ontem à noite o acordo sobre o Brexit de Theresa May. 432 votos contra e 202 a favor. Depois desta pesada derrota, segue-se …

  • TPI absolve Laurent Gbagbo

    TPI absolve Laurent Gbagbo

    O Tribunal Penal Internacional decidiu esta terça-feira absolver Laurent Gbagbo e Charles Blé Goudé. Os dois homens estavam acusados de crimes contra …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.