Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Portugal também quer respostas da Rússia

Portugal também quer respostas da Rússia
 
Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, (à direita) e o seu homólogo Sergei Lavrov (à esquerda). Moscovo. 26 de Fevereiro de 2018. Yuri KADOBNOV / AFP

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal afirmou que são esperadas “iniciativas” das autoridades russas para superar a crise diplomática, na sequência do caso do envenenamento de um ex-espião russo no Reino Unido. Angola, terrorismo, economia e centenário da Primeira Guerra Mundial foram outros dos temas abordados, à margem de uma visita a Paris.

A agenda internacional continua a ser dominada pelas expulsões de diplomatas russos em vários países. Em causa, uma acção concertada em solidariedade com o Reino Unido que apontou o dedo à Rússia no envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal com um gás neurotóxico, a 4 de Março, na cidade inglesa de Salisbury.

Portugal chamou para consultas o seu embaixador em Moscovo mas não expulsou diplomatas russos do território, ao contrário do que fizeram mais de duas dezenas de países, incluindo mais de metade dos Estados membros da União Europeia e os Estados Unidos.

Nós estabilizámos uma primeira reação ao nível europeu e agora esperamos que as autoridades russas tomem iniciativas que permitam superar esta crise”, defendeu Augusto Santos Silva.

Em visita ao salão ‘Global Industrie' - que decorre até sexta-feira no Parque de Exposições de Paris-Nord Villepinte e que conta com cerca de 90 empresas portuguesas em quatro feiras industriais (Midest, Industrie, Tolexpo e SmartIndustries) - o ministro sublinhou a importância crescente de Portugal para França.

Também queria chamar a atenção para um elemento que, às vezes, é pouco pontuado. Portugal também está no top 20 da França, quer do ponto de vista dos clientes, quer do ponto de vista dos fornecedores. Isto é, não é só a França que é importante para nós, nós também somos crescentemente importantes para França”, explicou.

Quase uma semana depois dos ataques no sul de França, em que um português ficou gravemente ferido, Augusto Santos Silva alertou que “o terrorismo é hoje a principal ameaça à paz e segurança no mundo e é também uma ameaça aos portugueses”.

O chefe da diplomacia portuguesa disse, ainda, que o presidente francês, Emmanuel Macron, vai participar, em Abril, nas comemorações do centenário da participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial, nomeadamente na comemoração da Batalha de La Lys, ao lado do presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa.

A dois meses da visita do presidente angolano, João Lourenço, a França - e numa altura em que continua o julgamento do ex-vice-Presidente de Angola, Manuel Vicente, em Portugal - Santos Silva também falou sobre as relações entre Portugal e Angola.

As autoridades angolanas dizem que enquanto não se fechar a questão judicial - que é também conhecida - não há condições políticas, do lado angolano, para realizar reuniões ao mais alto nível, isto é, implicando visitas recíprocas, seja ao nível dos presidentes, seja ao nível do primeiro-ministro português”, afirmou, manifestando o desejo que esse “condicionante” seja ultrapassado, ainda que sublinhando que "em Portugal a justiça é independente do poder político".


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    França quer aproveitar diferendo político entre Angola e Portugal

    Saber mais

  • Angola/Portugal

    Relações "excelentes" entre Portugal e Angola

    Saber mais

  • Angola/Portugal

    Angola acusa Portugal de fazer “estardalhaço”

    Saber mais

  • ANGOLA

    Angola vê como "ofensa" atitude de Portugal

    Saber mais

  • Jorge Molder expõe em Paris

    Jorge Molder expõe em Paris

    Está patente ao público em Paris, na Galeria Bernard Bouche, uma exposição fotográfrica de Jorge Molder.Aquele que é tido como um dos mais conceituados fotógrafos portugueses …

  • Madeira: fim da maioria absoluta do PSD?

    Madeira: fim da maioria absoluta do PSD?

    Chega ao fim esta sexta-feira a campanha eleitoral na Madeira, tendo em vista as eleições regionais do próximo domingo, dia 22 de Setembro.As sondagens apontam para uma …

  • Comércio de Marfim:

    Comércio de Marfim: "são precisas regras claras"

    Apesar da pressão, a Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES) não decretou a proibição total …

  • Arranque da Bienal de Luanda

    Arranque da Bienal de Luanda

    De hoje até domingo a capital angolana acolhe a primeira edição da Bienal de Luanda – Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz.O encontro decorre sob o lema “Construir …

  • Candidatos anti-sistema disputam poder na Tunísia

    Candidatos anti-sistema disputam poder na Tunísia

    Na Tunísia já são conhecidos os dois candidatos que vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais que devem ter lugar no próximo mês de Outubro. O escrutínio …

  • Escalada da tensão entre Arábia Saudita e Irão

    Escalada da tensão entre Arábia Saudita e Irão

    Os Estados Unidos estão “carregados e prontos” para responder ao ataque às refinarias sauditas. As instalações petrolíferas da Aramco na Arábia Saudita foram atacadas …

  • Guiné-Bissau: funcionários da ANP em greve a partir de 2ª feira

    Guiné-Bissau: funcionários da ANP em greve a partir de 2ª feira

    Na Guiné-Bissau o Sindicato dos Funcionários Parlamentares - SINFUP - convocou uma greve de 10 dias para o passado dia 3 de Setembro, mas após negociações com a direcção …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.