Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Jean-Pierre Bemba fala em “paródia de eleição” na RDC

media Jean-Pierre Bemba, candidato excluído da corrida à presididência na RDC. JOHN THYS / AFP

Uma "paródia de eleição" e instituições ao serviço do poder. Foi assim que o ex-chefe rebelde Jean-Pierre Bemba classificou as eleições presidenciais de Dezembro na República Democrática do Congo, depois de o Tribunal Constitucional ter confirmado a sua exclusão da corrida à presidência.

Apoiado pela oposição e sério candidato à sucessão do presidente Joseph Kabila, Jean-Pierre Bemba considerou "preocupante" o "facto de se escolherem os opositores".

 “Até o Tribunal Constitucional está às ordens do poder. Estamos perante o que vai constituir, nos próximos meses, uma escolha dos opositores ao candidato do poder, o que vai mostrar uma paródia de eleição, se realmente houver eleição”, afirmou Jean-Pierre Bemba em entrevista ao canal France 24.

Não podendo recandidatar-se à renovação de um mandato que terminou no ano passado, o actual presidente Joseph Kabila designou como "delfim" o ex-ministro do Interior, Ramazani Shadary. Dos 25 candidatos que se apresentaram, seis foram invalidados da corrida à eleição presidencial, prevista para 23 de Dezembro, incluindo outro peso pesado da oposição Moïse Katumbi.

Jean Pierre Bemba regressou de forma triunfal a Kinshasa em Agosto, depois de ter sido absolvido pelo TPI de 18 crimes de guerra e crimes contra a humanidade durante o conflito ocorrido entre 2002 e 2003 na República Central Africana.

No entanto, o antigo vice-presidente tinha sido condenado por “suborno de testemunhas” pelo Tribunal Penal Internacional, o que invalidou a candidatura no entender da Comissão Eleitoral Nacional Independente e do Tribunal Constitucional.

O ex-chefe de guerra foi derrotado nas eleições presidenciais de 2006 por Joseph Kabila e teve de abandonar a capital sob escolta das Nações Unidas em 2007, devido aos combates entre os seus apoiantes e o exército que provocaram entre 200 a 300 mortos.

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.