Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/03 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/03 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/03 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/03 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/03 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/03 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/03 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/03 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/03 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/03 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

CAN 2019 no Egipto

CAN 2019 no Egipto
 
Ahmad Ahmad, presidente da CAF CAF

O presidente da Confederação Africana de Futebol - CAF - o malgaxe Ahmad Ahmad anunciou em Dakar esta terça-feira (8/01), que a fase final do Campeonato Africano das Nações - CAN - terá lugar no Egipto, em detrimento da África do Sul, os dois países em liça, depois de em novembro a CAF ter retirado a sua organização aos Camarões, por falta de infraestruturas e de condições de segurança e da retirada de Marrocos em dezembro.

O nosso convidado para comentar esta decisão é o jornalista desportivo moçambicano Castro Jorge.

Esta será a quinta vez que o Egipto organiza o CAN depois de 1959, 1974, 1986 e 2006 e a primeira desde a queda de Hosni Moubarak em 2011 e o novo presidente o general Abdel Fattah al-Sissy dirige o país com mão de ferro.

Esta serà também a primeira CAF com 24 equipas em competição em 52 jogos em vez de 16 equipas e 32 jogos, o que representa um aumento de encargos financeiros, mas deve estimular os países africanos na formação e construção de infraestruturas para a prática do desporto rei.

O CAN 2019 vai decorrer entre 15/06 e 13/07 - em vez de janeiro e com temperaturas que rondam os 40°C - por decisão conjunta entre a CAF, UEFA e FIFA, para adequar a CAN às competições europeias, onde jogem muitos futebolistas africanos, que são cruciais para as respectivas equipas nacionais, que serão obrigadas a interromper os seus campeonatos.

O Cairo alberga a sede da CAF e possui excelentes estádios, tal como Alexandria, Port Saïd e Suez, mas o Egipto tem problemas de segurança e vive sob o espectro de ameaças terroristas: o último atentado a 28 de dezembro contra um autocarro de turistas vietnamitas perto da pirâmide de Gizeg causou 4 mortos.

A violência nos estádios é recorrente no Egipto, desde o massacre de Port Saïd em fevereiro de 2012, quando mais de 70 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas espezinhadas pela multidão, após a derrota do Al-Ahly por 3/1 face ao al Masry, e em 2015 mais de duas dezenas de pessoas morreram no Cairo, em confrontos opondo a polícia e espectadores, que forçaram a entrada no estádio para asssitir ao jogo entre o Zamalek e o Enppi.

A CAN 2021 terà lugar nos Camarões, em vez da Costa do Marfim como previsto, que a vai organizar em 2023 e em 2025 será a vez da Guiné Conacry.


Sobre o mesmo assunto

  • Egipto

    Egipto acolhe CAN 2019

    Saber mais

  • Convidado

    África Lusófona a caminho do CAN

    Saber mais

  • Futebol

    Futebol: África Lusófona a um passo do CAN’2019

    Saber mais

  • Moçambique

    Mambas ainda acreditam na qualificação para CAN

    Saber mais

  • CAN2019

    CAN2019: Cabo Verde perdeu com Tanzânia e complica contas

    Saber mais

  • Angola / Enclave de Cabinda

    Prisão em França do líder da FLEC/PM, que reivindicou o ataque em Cabinda antes do CAN 2010

    Saber mais

  • “Campo”: Um “Documensaio” português no Cinéma du Réel

    “Campo”: Um “Documensaio” português no Cinéma du Réel

    O filme “Campo”, do realizador português Tiago Hespanha, está em competição internacional no Cinéma du Réel, o Festival Internacional do Filme Documentário, em Paris, …

  • Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    Cidade da Beira pode ser engolida pelo mar

    As autoridades moçambicanas fizeram uma nova actualização quanto ao número de vítimas provocadas pelo ciclone Idai, subiram para 293 o número de pessoas que perderam …

  • Brexit: 27 unidos, até quando?

    Brexit: 27 unidos, até quando?

    Os líderes da União Europeia estão hoje reunidos em Bruxelas para discutir o pedido de adiamento do Brexit apresentado pelo Governo britânico.A faltar pouco mais de uma …

  • Estado de emergência em Moçambique

    Estado de emergência em Moçambique

    Depois da passagem do ciclone Idai, que devastou a cidade da Beira, os voluntários multiplicam-se em Moçambique para socorrer à crise humanitária que atinge o país.

  • Crise humanitária em Moçambique

    Crise humanitária em Moçambique

    Em Moçambique a situação agrava-se depois da passagem do ciclone Idai que devastou a cidade da Beira. Largas dezenas de pessoas perderam a vida. Segundo dados do Instituto …

  • Campos Elísios acordam de um pesadelo

    Campos Elísios acordam de um pesadelo

    A XVIII manifestação dos coletes amarelos queria ser uma resposta ao fim do "Grande Debate" nacional conduzido pelo Presidente francês. Na avenida dos Campos Elísios …

  • João dos Santos Martins leva a sua “Companhia” a Paris

    João dos Santos Martins leva a sua “Companhia” a Paris

    O coreógrafo João dos Santos Martins leva a peça “Companhia” ao festival Étrange Cargo, em Paris, a 19, 20 e 21 de Março. Num “lugar partilhado com os espectadores”, …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.