Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

Boeing da Etiopian Airlines respeita procedimentos antes da queda

media Queda de avião da Ethiopian Airlines a 10 de março de 2019 REUTERS/Baz Ratner

O boeing da Etiopian Airlines respeitou os procedimentos de urgência, antes da queda do avião a 10 de março.

A notícia é avançada pelo ministro dos transportes da Etiópia por ocasião da apresentação do primeiro relatório sobre o acidente.

Segundo o responsável etíope, os pilotos seguiram à risca as recomendações da Boeing.

No entanto, mesmo assim não foram capazes de dominar o avião.

O documento não aponta responsáveis, nem faz uma análise detalhada do voo, sendo o relatório final divulgado daqui a um ano.

Contudo, são feitas duas recomendações à Boeing e às autoridades de regulação aérea.

Sugere que a construtora reveja o seu sistema de controlo de voo.

E que as autoridades aéreas confirmem que o problema foi bem resolvido antes de deixarem de novo um avião destes descolar.

A Boeing diz que estudará o relatório.

No entanto, a propósito da queda do avião da companhia aérea indonésia, Lion Air, há 5 meses, a Boeing disse, esta quarta-feira, ter já testado, com sucesso, uma atualização do programa informático de controlo de voo.

Na sequência do relatório divulgado pelo governo etíope, as acções da Boeing perdiam cerca de 0,4 por cento no mercado norte-americano, fechando o dia de quarta-feira a cair 9 por cento. No entanto, os títulos da Boeing subiram, ao todo, 19 por cento desde o início do ano.

Recorde-se que a queda do avião da Ethiopian Airlines fez 157 mortos. E o despenhamento do aparelho da Lion Air fez 189 vítimas.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.