Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Argélia: a história da queda de Abdelaziz Bouteflika

Argélia: a história da queda de Abdelaziz Bouteflika
 
Revista de Imprensa RFI/Marco Martins

Nesta revista de imprensa semanal, o destaque vai para a Argélia que continua a dar que falar.

A revista "Jeune Afrique" tem por título: “Os seis meses que abalaram a Argélia”. A publicação traça os últimos seis meses que levaram à queda do Presidente Abdelaziz Bouteflika. Ele que apresentou a sua demissão após a pressão dos manifestantes nas ruas do país, mas igualmente após os militares terem deixado de apoiar o presidente argelino. Tudo acabou a 2 de Abril, mas a revista afirma que tudo começou a desenhar-se a 26 de Setembro.

Para o "Courrier International" a era pós-Bouteflika começou a 9 de abril quando o Parlamento constatou que o Presidente tinha deixado o poder, introduzindo assim Abdelkader Bensalah como Presidente interino durante 90 dias, ele que foi durante 16 anos o Presidente da Câmara Alta do Parlamento.

Na publicação "Africa Confidential", o destaque vai para os manifestantes que conseguiram pôr fora a ‘velha guarda’.

Passamos à revista "L'Obs", que abordando a Argélia, fala-nos do encontro entre Benjamin Stora e Abdelaziz Bouteflika em 2012, durante a visita oficial de François Hollande à Argélia. O historiador lembra que era um homem curioso e ambicioso que adorava falar da história da Argélia.

Para fechar na publicação "La Lettre du Continent" o título é: “Os desaires de Isabel dos Santos beneficiam os distribuidores de bebidas". Na linha de mira do actual Presidente de Angola, João Lourenço, a filha do ex-Presidente José Eduardo dos Santos, Isabel dos Santos, tem dificuldades em gerir as suas empresas locais, incluindo a distribuidora de bebidas, Sodiba.

Com medo de regressar a Angola, após os problemas que tem tido o seu irmão, José Filomeno de Sousa dos Santos, Isabel dos Santos tenta gerir os seus negócios à distância. No entanto, não tem sido a melhor forma, visto que Sodiba, distribuidora de bebidas, e que vende em parceria com a Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, filial portuguesa da marca Heineken, não está a atingir os objectivos previstos. A ambição era atingir os 144 milhões de litros vendidos, no entanto não ultrapassaram os 5% da totalidade das vendas no país. Isabel dos Santos vai ter de injectar dinheiro para a sobrevivência da empresa. Os concorrentes é que ganham com as perdas de Isabel dos Santos. Os franceses Castel com a filial Companhia União de Cervejas de Angola, bem como a empresa detida por chineses e o general Kopelipa, e os angolanos Tigra propriedade dos angolanos Refriango, e a nova empresa Tulumba, estão a arrasar o mercado.

Por fim a publicação lembra que a contracção do mercado pode sempre ditar maus resultados, quer seja para Isabel dos Santos, quer seja para as outras empresas.

Chegamos ao fim desta revista de imprensa semanal.


Sobre o mesmo assunto

  • Imprensa Semanal

    Moçambique negócios em família ou Ruanda e o genocídio

    Saber mais

  • Imprensa Semanal

    Moçambique e as consequências do Idai

    Saber mais

  • Imprensa Semanal

    Angola, Moçambique, Argélia e França de Macron

    Saber mais

  • Imprensa Semanal

    África gosta de Tio Donald

    Saber mais

  • Imprensa Semanal

    Moçambique de Guebuza e Nyusi mergulhado em escândalos financeiros

    Saber mais

  • Imprensa Semanal

    Abiy Ahmed sonha com outra Etiópia

    Saber mais

  • Zona de Comércio livre, Guiné-Bissau, Cabo Verde e outros olhares sobre o continente

    Zona de Comércio livre, Guiné-Bissau, Cabo Verde e outros olhares sobre o continente

    Nesta revista de imprensa semanal, são evocados vários temas, a zona de comércio livre em África, as apostas de Angola em termos de estratégia económica e política, as …

  • Mali, Rússia e a África e guerra comercial sino-americana

    Mali, Rússia e a África e guerra comercial sino-americana

    O estado de guerra no Mali, a China e o Mundo do futuro, a guerra comercial e tecnológica entre a China e os Estados Unidos, o retorno da Rússia a África, a questão da …

  • A visão africana de Carlos Lopes

    A visão africana de Carlos Lopes

    Em destaque na revista de imprensa desta semana, a entrevista ao economista guineense, Carlos Lopes, que apresenta as suas visões para o continente africano.Da democracia, …

  • Franco CFA: Que Futuro?

    Franco CFA: Que Futuro?

    O que é que deve mudar na moeda CFA titula esta semana a Jeune Afrique. Se uns desejam abolir a moeda que apresentam como um símbolo anacrónico da colonização, outros …

  • Angola, Moçambique, Costa do Marfim e França

    Angola, Moçambique, Costa do Marfim e França

    Abrimos esta Imprensa Semanal com Angola nas páginas de LA LETTRE DU CONTINENT e a estratégia naval do presidente angolano.

  • RDC: Katumbi opositor exigente

    RDC: Katumbi opositor exigente

    Moïse Katumbi regressou à RDC e promete ser um opositor construtivo, o banco BNP Paribas retira de vários países africanos, Trump, Netanyahu e o Médio-Oriente, a contra-espionagem …

  • Angola, França e União Europeia pós-eleições europeias

    Angola, França e União Europeia pós-eleições europeias

    Abrimos esta Imprensa Semanal, com a JEUNE AFRIQUE, que traz uma entrevista exclusiva com Manuel Domingos Augusto, ministro dos negócios estrangeiros de Angola.

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.