Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Conselho Militar de Transição sudanês enfrenta a rua

Conselho Militar de Transição sudanês enfrenta a rua
 
Manifestação de protesto contra o Conselho Militar de Transição em Cartum no dia 12 de Abril de 2019. REUTERS/Stringer

No Sudão, cerca de uma semana depois de o exército ter deposto o Presidente Omar el Bechir chegado ao poder através de um Golpe de Estado em 1989, a instabilidade continua a ser predominante. Apesar de o Conselho Militar de Transição ter anunciado a transferência do Presidente deposto para uma prisão do norte de Cartum, as manifestações continuam para reclamar a restituição do poder aos civis, pairando o risco de uma repressão com consequências imprevisíveis.

Esta situação não deixa de suscitar preocupação a nível nomeadamente do Conselho de Segurança da ONU que, depois de uma infrutífera reunião no final da semana passada, se reúne novamente esta Quarta-feira para reflectir sobre esta problemática, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, tendo inclusivamente nomeado ontem um emissário para o Sudão no intuito de ajudar a União Africana a conduzir uma mediação naquele país.

Também preocupados estão a União Africana que ameaça suspender o Sudão no caso de o poder não ser restituído aos civis, a União Europeia que diz esperar que seja instalado "um governo civil" ou ainda os Estados Unidos que se declaram dispostos a retirar o Sudão da sua lista de países acusados de apoiar o terrorismo, no caso do Conselho Militar encaminhar uma "mudança fundamental" de postura.

A comunidade internacional e designadamente ONGs de defesa dos Direitos Humanos como a Amnistia Internacional também reclamam a extradição de Omar el Bechir para o Tribunal Pena Internacional, o Presidente deposto sendo acusado de Crimes de Guerra e Crimes contra a Humanidade pela sua actuação no conflito vigente no Darfur, no oeste do país, desde 2003. Todavia, o Conselho Militar de Transição não tem dado sinais de pretender entregar o Presidente deposto ao Tribunal de Haia, tendo indicado apenas que esta será uma decisão a ser tomada por um poder civil.

Do outro lado do xadrez político internacional, a Arábia Saudita, antiga aliada do regime de Omar el Bechir, oficializou no fim-de-semana o seu apoio aos novos donos do poder em Cartum, com a promessa de entregar ajuda humanitária ao país devastado pela crise económica e anos de isolamento internacional. Nesta Terça-feira, o rei Salman da Arábia Saudita recebeu em Riade o Príncipe herdeiro de Abu Dhabi com o objectivo de discutir precisamente sobre esta crise. Para a Arábia Saudita, a estabilidade do Sudão é um imperativo, este país fornecendo uma parte substancial das tropas terrestres que estão envolvidas no conflito iemenita desde 2015, sob o comando de Riade.

Em entrevista com a RFI, Manuel João Ramos, investigador do Centro de Estudos Africanos no ISCTE, especialista do Corno de África, analisou os vários interesses em jogo nesta crise.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    Golpe de Estado palaciano ou novo Sudão?

    Saber mais

  • Convidado

    Omar al-Bashir tem reeleição garantida no Sudão

    Saber mais

  • Convidado

    Cartum e Juba chegam a acordo quanto à questão do petróleo

    Saber mais

  • Convidado

    O Sudão do Sul comemora o primeiro aniversário da sua independência

    Saber mais

  • Caso Chang: Primeira vitória da sociedade civil

    Caso Chang: Primeira vitória da sociedade civil

    A África do Sul quer rever a decisão de extraditar o antigo ministro moçambicano das Finanças, Manuel Chang, para Moçambique. Uma vitória para o Fórum de Monitoria do …

  • Nuno Nogueira, um arquitecto no Cairo

    Nuno Nogueira, um arquitecto no Cairo

    O Egipto tem vivido ao ritmo do Campeonato Africano das Nações de futebol, aliás, viveu ao ritmo do futebol, mas desde o afastamento da selecção egípcia, a população …

  • Vincent Lambert: autópsia é uma

    Vincent Lambert: autópsia é uma "questao político-social"

    O corpo de Vincent Lambert foi autopsiado esta manhã, depois de ontem à noite o Procurador da República de Reims ter anunciado a abertura de um inquérito à morte do tetraplégico …

  • As cores de Da Silva em Avignon

    As cores de Da Silva em Avignon

    A história de um corvo que pinta o mundo de todas as cores, mas que vive na mais profunda depressão. Como todos os corvos, Coco é preto e não consegue pintar-se de outras …

  • Vincent Lambert: morrer com dignidade?

    Vincent Lambert: morrer com dignidade?

    Vincent Lambert morreu nove dias depois de lhe terem sido desligadas as máquinas que o mantinham vivo.O francês tetraplégico encontrava-se em estado vegetativo persistente …

  • Genoma B, cinco mulheres e um caixão no palco de Avignon

    Genoma B, cinco mulheres e um caixão no palco de Avignon

    Uma mãe dominadora. Cinco filhas submissas, presas a um luto de oito anos pela morte do pai e ao julgamento implacável da sociedade.Genoma B da companhia espanhola Albadulake …

  • “Poule Mouillée”, a temática do bullying em Avignon

    “Poule Mouillée”, a temática do bullying em Avignon

    “Poule Mouillée” é a história de Marco, uma criança de 8 anos vítima de bullying.Depois de ter participado numa publicidade televisiva de caldos de galinha. Marco passou …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.