Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
África

RDC: descarrilamento provoca 50 mortos

media Descarrilamento de um comboio na RDC provoca 50 mortos e 23 feridos. Per-Anders Pettersson/Getty Images

Descarrilamento de um comboio por volta das 3h da madrugada na província de Tanganyika, no sudeste da República Democrática do Congo. Governo avança com 50 mortos e 23 feridos.

O balanço ainda é provisório, mas o ministro da Acção Humanitária da RDC avançou no Twitter com pelo menos 50 mortos: “nova catástrofe. Descarrilamento às 3h da manhã em Tanganyika, perto da localidade de Mayibaridi. Balanço provisório: 50 mortos e vários feridos”.

O comboio fazia a ligação entre Nyunzu e Nyemba. De acordo com os sobreviventes, a locomotiva descarrilou, duas carruagens acabaram por virar e uma terceira terá ficado pendurada. Vários passageiros foram projectados, outros poderão estar debaixo das carruagens e das mercadorias transportadas pelo comboio.

O ministro da Acção Humanitária do Governo Central de Kinshasa, Steve Mbikayi, avança com 50 mortos a 23 feridos. Vítimas mortais e feridos foram igualmente confirmados pela Sociedade Nacional de Caminhos-de-Ferro (SNCC), mas sem avançar números.

Victor Umba, presidente da intersindical da SNCC, sublinha o embarque de passageiros clandestinos a bordo de um comboio de mercadorias é recorrente. Em Março passado, um outro descarrilamento na região do Kassai provocou a morte a 24 pessoas e feriu 31.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.