Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

Chavismo pode não resistir à morte de Chávez

media Livro de condolências para quem quiser deixar uma mensagem pela morte de Hugo Chávez foi aberto em Lima, Peru REUTERS/Enrique Castro-Mendivil

A Venezuela não tem um líder carismático como Hugo Chávez e o “chavismo”, regime político implantado pelo presidente morto na terça-feira 5 de março de 2013, pode acabar ou se transformar. Essa é a opinião do cronista da RFI e professor de política internacional, Alfredo Valladão.

Para Alfredo Valladão, nenhum dos herdeiros políticos de Chávez tem o carisma do presidente. Mas ainda é cedo para conhecer a ambição e as estratégias dos grandes líderes chavistas, como o vice-presidente Nicolas Maduro ou o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello.

Além de estar baseado na figura carismática de Chávez, o “chavismo” também é caracterizado por uma política assistencialista maciça com o dinheiro do petróleo, lembra Valladão. Metade da população venezuelana, que foi beneficiada por essa política, quer que o regime continue. A oposição se mostra ainda dividida e se os chavistas conseguirem manter um mínimo de unidade, eles podem vencer as eleições previstas para daqui a um mês, acredita o cronista.

No entanto, a incerteza é grande. “É muito difícil um regime político baseado numa única pessoa carismática continuar da mesma maneira após a morte do líder”, conclui. Clique abaixo para ouvir a entrevista integral do cronista de política internacional, Alfredo Valladão:

O professor do Instituto de Estudos Politicos de Paris, Alfredo Valladão 06/03/2013 ouvir

Hugo Chávez, de 58 anos, morreu na terça-feira após quase dois anos de luta contra um câncer. O vice-presidente Nicolas Maduro assumiu o comando do país e novas eleições presidenciais devem ser organizadas em 30 dias.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.