Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 13/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 13/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 13/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 13/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

Zuluaga e Santos devem disputar 2° turno da presidencial na Colômbia

media Em primeiro plano, o candidato do Centro Democrático, Óscar Iván Zuluaga. REUTERS/John Vizcaino

O candidato do Centro Democrático, Óscar Iván Zuluaga, e o presidente Juan Manuel Santos, que tenta a reeleição, foram os mais votados no primeiro turno da eleição presidencial na Colômbia realizado neste domingo (25). Com cerca de 43% dos votos apurados, Zuluaga estava na frente com 28% dos votos, seguido de perto pelo presidente Santos, com 26%. Se for mantida essa tendência, Zuluaga e Santos vão disputar o segundo turno no dia 15 de junho.

Em terceiro lugar aparece a esquerdista Clara López, do Polo Democrático Alternativo (PDA), com 15%; seguida de Marta Lucía Ramírez, do Partido Conservador, com 15%; e Enrique Peñalosa, da Alianza Verde, com 7%.

Após uma campanha marcada por escândalos e denúncias entre os principais candidatos, e principalmente sobre o futuro das negociações de paz com as Farc, a votação aconteceu em clima calmo, sem incidentes na Colômbia.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.