Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 27/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 27/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 27/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 27/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Lixo acumula-se em Luanda

media Luanda, a capital angolana. Miguel Martins

A capital angolana debate-se com a acumulação de lixo nas ruas. Em causa a redução do orçamento atribuído para a recolha do lixo.

A problemática da recolha do lixo na capital angolana, Luanda, está a indignar os seus habitantes. As vias rodoviárias de Luanda com maior incidência nos bairros suburbanos estão inundados de lixo que põe em risco a saúde pública.

O recém-nomeado Governador Provincial de Luanda, Graciano Domingos, começou a implementar um novo modelo de recolha do lixo a 1 de Agosto, mas que não deu resultado positivo até ao momento.

No seu discurso aquando da implementação desse modelo, Graciano Domingos desejava a "todos os que ficarem envolvidos nesse modelo, coragem e criatividade na sua implementação, que quanto a nós constitui a via acertada para uma Luanda limpa, não pelos recursos financeiros disponíveis, mas pelo compromisso da sua população com o asseio e higiene".

"Nesta fase de passagem do modelo centralizado no Governador Provincial de Luanda para um modelo de limpeza municipal desconcentrado, as administrações municipais e de centralidades terão de reforçar e melhorar os serviços de fiscalização, dialogar com os moradores e comissões de moradores, punindo os que colocam em risco o saneamento do meio", frisava na altura Graciano Domingos.

Para além das questões organizativas das empresas de recolha do lixo, as autoridades administrativas de Luanda alegam que a redução do orçamento devido à crise da queda do preço do petróleo, que está a afectar a economia angolana, está a criar dificuldades às empresas de recolha do lixo.

Em 2014 um diagnóstico do Ministério do Ambiente de Angola admitia que em Angola cada cidadão produz diariamente quatro quilos de lixo, enquanto a capital do país tinha uma produção anual de 1,3 milhões de toneladas, admitindo-se que o aumento até 2025 poderá estar na ordem dos 146%.

Mais pormenores com o nosso correspondente em Luanda, Avelino Miguel.

Correspondência de Avelino Miguel 28/08/2015 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.