Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola: MPLA revoltado com livro sobre Agostinho Neto

media Capa do primeiro volume da obra sobre Agostinho Neto Nova Vega

O MPLA, partido no poder em Angola, denunciou numa declaração a alegada campanha de denegrimento contra o primeiro presidente do país. Em causa a publicação em Portugal este mês do livro "Agostinho Neto, o perfil de um ditador: a história do MPLA em carne viva" do historiador Carlos Pacheco.

Esta extensa biografia de Agostinho Neto com um total de 1471 páginas em dois volumes foi editada pela Nova Vega e teve lançamento público no passado dia 5 na Torre do Tombo, em Lisboa.

Uma sessão deveras agitada que contara com a presença de um grupo de jovens em protesto contra a obra em causa.

O historiador luso-angolano teria passado anos, nomeadamente a vasculhar documentos da antiga polícia política portuguesa PIDE/DGS, e admitia estar-se ali perante "uma obra chocante" com a revelação de facetas inéditas da figura cimeira do nacionalismo angolano com ênfase para os desmandos do mesmo e as divisões e ódios no seio do partido que ainda hoje governa este país africano.

O comunicado do bureau político do Comité central do MPLA denunciava "um opúsculo saudosista do colonialismo português e "repudia, veementemente, a forma caluniosa e insultuosa como é tratado o maior Herói da Luta de Libertação Nacional".

João Pinto, vice-presidente do grupo parlamentar do MPLA alega que o partido ficou "supreso e revoltado... "com a campanha que se está a desenvolver a partir de Portugal contra a figura do doutor Agostinho Neto, político, médico, escritor e fundador da nação angolana".

 

João Pinto, vice-presidente do grupo parlamentar do MPLA 22/07/2016 ouvir

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.