Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Registo eleitoral criticado mas em curso em Angola

media O edifício-sede da Assembleia Nacional de Angola que acolherá novos deputados de eleições gerais de 2017 PAULO CUNHA/LUSA

Oposição angolana continua a denunciar irregularidades no processo de registo eleitoral, mas as autoridades angolanas, respondem que apesar de dificuldades tudo decorre na normalidade até ao seu desfecho.

A actualização do registo eleitoral continua o seu percurso normal, em Angola, afirmam as autoridades responsáveis, apesar de críticas e denúncias de irregularidades da oposição agolana.

Por exemplo, só nos primeiros 8 dias deste processo, já foram registados cerca de 250 mil eleitores em todo o território de Angola, sublinham as autoridades angolanas.

O secretário de Estado angolano para os assuntos Institucionais, Adão de Almeida, reconhece que há anomalias, mas que serão corrigidas ao longo do processo em curso.

No quadro das eleições gerais de 2017, há duas fases deste processo de recenseamento eleitoral, a primeira termina em dezembro e a segunda fica concluída no primeiro semestre do mesmo ano dessas eleições que ocorrerão no segundo semestre, ainda sem data marcada.

As autoridades angolanas prevêem que durante este processo de registo eleitoral sejam inscritos cerca de 9 milhões angolanos potenciais eleitores das eleições de 2017.

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel.

Avelino Miguel, correspondente em Luanda 03/09/2016 ouvir

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.