Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Emirates rompe contrato com Angola

Emirates rompe contrato com Angola
 
Wikimedia/Adrian Pingstone

A transportadora aérea Emirates anunciou o fim do contrato de concessão da companhia de bandeira angolana TAAG que vigorava desde 2015. As autoridades angolanas falam numa decisão unilateral e acusam a empresa de querer reduzir as rotas Dubai Luanda e de ter misturado indevidamente dois planos distintos, ou seja a operação em Angola enquanto companhia de aviação e o acordo que rubricou com  TAAG. A Emirates justifica a decisão com as dificuldades prolongadas no repatriamento das receitas.
O economista angolano, José Cerqueira, refere que a estratégia de mercado da Emirates não coincidiu com os objectivos políticos das autoridades angolanas.


Sobre o mesmo assunto

  • Economias

    "As zonas sombrias da recapitalização do Moza Banco"

    Saber mais

  • Economias

    Angola: professores em precaridade extema ameaçam greve

    Saber mais

  • Economias

    Angola rejeita ajuda financeira que daria credibilidade à sua economia

    Saber mais

  • Economias

    Novas revelações sobre a dívida oculta de Moçambique

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.