Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 12/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/11 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 12/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/11 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 12/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/11 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 12/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/11 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/11 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola: Samakuva promete Governo inclusivo

media Luanda, Angola Benjamin SHEPPARD / AFP

A UNITA, o principal partido de oposição, realizou esta segunda-feira o comício de encerramento da campanha no Campo da Filda, município do Cazenga. O líder da UNITA, Isaías Samakuva, prometeu um governo inclusivo para todos os angolanos.

 

No campo da Feira Internacional de Luanda, arredores da capital, Isaías Samakuva surgiu ladeado da estrutura do partido e fez um balanço de um mês de campanha eleitoral.

O presidente da UNITA disse ter percorrido as 18 províncias do país e sublinhou que por todo o lado “ouvimos o grito da mudança".

Perante milhares de apoiantes reunidos, Samakuva rodeado do seu vice-presidente Raul Danda, do secretário-geral da UNITA Franco Marcolino Nhany, e de Rafael Massanga Savimbi, o filho do líder histórico do partido, Jonas Savimbi, diz ter visto “miséria extrema”, “crianças desnutridas” e “velhos sem esperança no amanhã”.

Isaías Samakuva reiterou esta manhã que "é um dever patriótico mudar de vida e dizer ao MPLA que vá descansar".

Confira aqui a reportagem da enviada especial da RFI a Angola, Neidy Ribeiro.

Comício de encerramento de campanha UNITA 21/08/2017 ouvir

No comício de encerramento de campanha do seu partido, Isaías Samakuva, acusou o MPLA de usar militares para intimidar os eleitores das aldeias e acrescentou que a UNITA quer "consolidar a paz", "estabilidade e progresso".

As eleições gerais em Angola estão previstas para dia 23 de Agosto, um pleito no qual concorrem o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), a Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), o Partido de Renovação Social (PRS), a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) e a Aliança Patriótica Nacional (APN).

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.