Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Generais angolanos supeitos de participar em rede de burla mundial

media Balança da Justiça de olhos vendados, numa altura em que se investiga rede de burla internacional DR

A polícia de investigação criminal angolana, desmantelou uma rede de burladores que negociava 50 mil milhões de dólares em nome do Banco Internacional de  Negócios. A rede estava ligada a uma suposta empresa tailandesa e nela  estavam envolvidos 2 angolanos e 5 tailandeses. O processo foi entregue à procuradoria-geral da República, já que haveria envolvimento de generais angolanos.  

 

 

A Procuradoria-geral da República já tem em mãos o processo de desmantelamento pela polícia criminal, duma rede criminosa que negociava em nome do Banco Internacional de Negócios, uma operação de financiamento, destinada a projectos em Angola avaliados em 50 mil milhões de dólares.

A rede de burladores estava ligada a uma suposta empresa tailandesa. 7 indivíduos, já foram detidos entre os quais 5 de nacionalidade tailandesa e 2 angolanos.

Os serviços de investigação criminal, anunciaram a imprensa, em Luanda que  o processo dos implicados foi entregue à Procuradoria-geral a República, tendo em conta que entre os acusados envolvidos na rede criminosa estão generais das forças armadas angolanas. 

As transferências ilícitas para o estrangeiro são frequentes na banca angolana. Uma outra rede criminosa foi desmantelada recentemente no maior Banco público, Poupança e Crédito.

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel. 

Avelino Miguel, correspondente em Luanda 06/03/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.