Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 11/11 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/11 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 11/11 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/11 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 11/11 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/11 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 11/11 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/11 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 11/11 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/11 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 11/11 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/11 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 11/11 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/11 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 11/11 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/11 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

“Nota positiva” no balanço económico sobre João Lourenço

“Nota positiva” no balanço económico sobre João Lourenço
 
João Lourenço, Presidente de Angola. REUTERS/Hannibal Hanschke

Feitas as contas, o jornalista angolano Carlos Rosado de Carvalho dá nota positiva, ao nível económico, ao primeiro ano do mandato do presidente João Lourenço. O analista sublinha que "não há soluções milagrosas" e que é preciso “arrumar a casa” para que as reformas surtam efeito na economia real.

Carlos Rosado de Carvalho concorda “em absoluto” que a prisão preventiva de José Filomeno dos Santos, filho do ex-presidente e antigo presidente do conselho de administração do Fundo Soberano de Angola, possa atrair a confiança dos investidores em Angola porque foram dados sinais que “não há intocáveis”. Porém, o professor universitário destacou que não se sabe do paradeiro de uma parte do dinheiro do fundo.

O diretor do semanário económico angolano "Expansão" acrescentou que a lei do repatriamento de capitais é “basicamente uma lavandaria de dinheiro que foi roubado aos angolanos”.

Nesta entrevista, oiça a análise económica sobre Angola, um ano depois da chegada à presidência do país de João Lourenço, o "exonerador implacável" de altas figuras ligadas a José Eduardo dos Santos.

 


Sobre o mesmo assunto

  • Angola

    Angola: Zenu arrisca de 12 a 20 anos de prisão

    Saber mais

  • Economias

    FMI "não é só apagar fogo” e foi ver “sinais de fumo” a Angola

    Saber mais

  • Angola

    João Lourenço exonera administração do Fundo Soberano

    Saber mais

  • Angola

    UNITA pede investigação ao Fundo Soberano de Angola

    Saber mais

  • Semana dos Convidados

    Fundo soberano angolano também nos "Paradise Papers"

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.