Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 13/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 13/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 13/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 13/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola: Operação Transparência contra Garimpeiros

media Garimpo Lundas protectoradodalunda.blogspot.fr/

A “Operação Transparência”, levada a efeito pela Policia Nacional, levou à detenção de 800 estrangeiros, e apreensão de material diverso, assim como mais de uma centena de veículos.

Detidos cerca de 800 estrangeiros de diversas nacionalidades, com realce para cidadãos da República Democrática do Congo (RDC), e apreendidos vários meios utilizados pelos garimpeiros na exploração ilícita de diamante.

Da operação resultou ainda a detenção de 150 viaturas de diversas marcas, umas usadas no transporte de garimpeiros para as áreas de garimpo, e outras para oferta aos garimpeiros que apanhassem pedras de diamante de maior valor, estimulando deste modo a prática de exploração ilegal de diamante.

A “Operação Transparência” da Polícia Nacional, resultou com uma onda de invasão de um grupo de estrangeiros a residências de cidadãos angolanos segundo denuncia José Zeca Mutchima presidente do Protectorado Lunda Tchokwe.

A operação visa combater a imigração ilegal, a exploração e o tráfico ilícito de diamantes, de modo a evitar que o país continue a ser invadido silenciosamente. O comissário António Bernardo disse ao Jornal de Angola que os resultados começam a ser satisfatórios, em função das detenções e apreensões registado no primeiro dia.

Segundo António Bernardo, os cidadãos da RDC começam a ser repatriados a partir da fronteira comum, enquanto que os outros serão transportados para Luanda, onde será cumprida toda a tramitação legal e viajarem para os países de origem.

António Bernardo referiu que, actualmente, todas as casas destinadas à compra de diamante na província da Lunda-Norte estão encerradas.

O responsável explicou que a existência de empresas que têm como objecto social a compra de diamante está regulamentada, mas muitas não cumprem com os procedimentos legais para o exercício da actividade.

“Essa situação não pode ser permitida num país ordeiro, por isso estamos determinados a combater a ilegalidade e promover a actividade comercial que fortaleça a economia nacional”, disse.

Ouça aqui  Zeca Mutchima, Presidente do Protectorado Lunda Tchokwe, num registo sonoro de Daniel Garelo Jonas Pensador, um dos correspondentes da RFI em Angola :

Zeca Mutchima, Presidente do Protectorado Lunda Tchokwe 05/10/2018 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.