Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

“Investimento chinês vai desenvolver Angola”

media Xi Jinping recebe João Lourenço em Pequim. GREG BAKER / AFP

O Presidente angolano considera que o investimento privado chinês em será um “importante facto dinamizador da economia e do desenvolvimento do país”. A China vai conceder um empréstimo de 2 mil milhões de dólares a Angola.

No final do encontro com o homólogo Xi jin Ping, João Lourenço, agradeceu o investimento privado chinês em Angola, considerando tratar-se de “um importante factor dinamizador da economia e desenvolvimento de Angola”.

“Estes será um importante factor dinamizador da economia e desenvolvimento do nosso país, por via da geração de recursos, aumentando a produção interna de bens e serviços de consumo e de exportação que irão fortalecer a capacidade de geração de divisas”, referiu.

João Lourenço, chefe de Estado de Angola 10/10/2018 ouvir

João Lourenço lembrou que Angola vive uma “era de maior abertura” com “maior transparência e concorrência nos negócios” e mais “combate à corrupção”.

Uma nova era com um programa ambicioso de reformas, apresentado às autoridades chinesas, que assenta na construção de infra-estruturas (estradas, caminhos de ferros, portos, aeroportos e barragens), água potável, energia eléctrica e hospitais e escolas.

João Lourenço termina hoje a vista de dois dias à China, uma deslocação que resulta na assinatura de vários e acordos e num empréstimo de 2 mil milhões de dólares para Angola.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.