Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/02 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/02 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/02 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/02 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/02 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola: Sonangol em dificuldades financeiras

media Sede da Sonangol, em Luanda. REUTERS/Siphiwe Sibeko

No âmbito do seu plano de desenvolvimento para os próximos anos, o governo angolano pretende reestruturar a petrolífera Sonangol que atravessa graves dificuldades financeiras, estando prevista a injecção de quase 44 milhões de euros para tentar salvar a empresa.

O Estado angolano vai gastar 43,85 milhões de euros com a consultoria de apoio à regeneração da petrolífera estatal Sonangol.

O Governo justifica a despesa e o procedimento de contratação simplificado dos serviços para contratar uma empresa que possa suportar o processo de regeneração.

Recorde-se que esse processo integra o Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022.

De notar que desde a chegada ao poder de João Lourenço, a petrolífera estatal tem sido alvo de várias alterações.

João Lourenço afirmou noutra altura que o plano de reestruturação da Sonangol tem como principal objectivo concentrar a atividade da empresa no petróleo e no gás.

Angola registou uma quebra de 340 milhões de dólares, cerca de 300 milhões de euros, na comercialização do petróleo bruto no terceiro trimestre de 2018.

A China continua a ser o principal destino do petróleo exportado em Angola, absorvendo cerca de 56% do crude angolano, à frente da Índia, com cerca de 12%.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Avelino Miguel.

Correspondência de Luanda 31/10/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.