Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola aprova OGE na especialidade

media Abertura da 2ª sessão legislativa da IV legislatura na Assembleia Nacional angolana amp

Em Angola foi aprovado na especialidade o Orçamento Geral do Estado para 2019, no valor de 32,2 mil milhões de euros. A oposição votou contra por considerar ser insuficiente o valor atribuído ao sector social, designadamente os 7% para a saúde e 6% para a educação.

O Orçamento que será aprovado na globalidade no próximo dia 14 de Dezembro recebeu as críticas dos partidos da oposição e da sociedade civil que consideram insuficiente o valor atribuído ao sector social, designadamente os 7% destinados ao sector da saúde e 6% para a educação.

Críticas da oposição não tem grande impacto face a maioria parlamentar do MPLA que defende que o Orçamento Geral do Estado para 2019 vai por o país a crescer.

Com um OGE avaliado em 32,2 mil milhões de euros o executivo angolano pretende relançar o sector produtivo, em particular a agricultura e continuar com um processo de estabilização macroeconómica.

O orçamento para 2019 foi elaborado com base na referência do preço do barril de petróleo a 68 dólares, contudo a descida do preço do crude vai obrigar o executivo a efectuar uma revisão do documento.

De acordo com ministro das Finanças, Archer Mangueira, esta revisão deve acontecer depois primeiro trimestre de 2019.

Entretanto o secretário-geral da organização dos Países Exportadores de Petróleo realiza uma nos próximos dias 17 a 19 deste mês, uma visita de trabalho a Angola. A visita acontece depois da organização ter decidido fazer um corte até 1,2 milhões de barris por dia a partir de Janeiro, para travar o declínio dos preços registados nas últimas semanas.

Correspondência de Avelino Miguel 10/12/2018 ouvir

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.