Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

CAN2019: Guiné-Bissau com “direito de sonhar”

CAN2019: Guiné-Bissau com “direito de sonhar”
 
Baciro Candé, Seleccionador da Guiné-Bissau. 22 de Janeiro de 2017. KHALED DESOUKI / AFP

A Guiné-Bissau calhou no “pote de morte” no sorteio do CAN 2019. As palavras são do seleccionador dos “Djurtus”, Baciro Candé, que apesar de admitir estar num dos grupos mais difíceis, com os Camarões e o Gana, avisa que a Guiné-Bissau tem o “direito de sonhar”. Angola está no grupo da Tunísia, Mali e Mauritânia e pode “sonhar passar dos quartos-de-final”, de acordo com o jornalista desportivo angolano Celestino Gonçalves.

Guiné-Bissau no grupo F e Angola no grupo E. O sorteio do CAN-2019, que vai decorrer de 21 de Junho a 19 de Junho, no Egipto, determinou que a Guiné-Bissau vai estar no grupo dos Camarões, Gana e Benim, enquanto Angola vai estar no grupo da Tunísia, Mali e Mauritânia.

Grupo A: Egipto, República Democrática do Congo, Uganda e Zimbabué.

Grupo B: Nigéria, Guiné, Madagáscar e Burundi.

Grupo C: Senegal, Argélia, Quénia e Tanzânia.

Grupo D: Marrocos, Costa do Marfim, África do Sul e Namíbia.

Grupo E: Angola, Tunísia, Mali e Mauritânia.

Grupo F: Guiné-Bissau, Camarões, Gana e Benim.

 

Guiné-Bissau com "direito de sonhar"

A Guiné-Bissau, comandada pelo técnico guineense Baciro Candé, vai participar pela segunda vez consecutiva na prova. Baciro Candé afirma que a sua selecção calhou no “pote de morte” mas que esse grupo lhe dá o “direito de sonhar”. Para já, o sonho “é tentar passar a primeira fase” e “tudo o que vier a seguir é um acréscimo”.

Podemos surpreender. Esse pote dá-nos direito de sonhar, como sonhámos sempre, e vamos tentar trabalhar para que esse sonho seja realidade”, afirmou.”

Para ser sincero, esse pote pode-se considerar como o pote de morte. Sabemos de antemão que Camarões é o vice-campeão da edição anterior. Gana também é do conhecimento mundial e africano que tem potencial. Guiné-Bissau, neste momento, é um país virgem nestas competições, o Benim idem aspas”, explicou Baciro Candé.

 

Angola também "pode sonhar"

Angola, comandada pelo treinador sérvio Srđjan Vasiljević, vai participar no CAN pela oitava vez. Os Palancas Negras já chegaram duas vezes aos quartos-de-final no CAN, recorda Celestino Gonçalves, jornalista desportivo da Rádio 5, para quem face ao potencial dos jogadores e ao sorteio “Angola pode claramente voltar a chegar aos quartos-de-final” e “pode ser que à terceira seja de vez e consiga passar”.

O Mali é uma selecção que Angola já defrontou e há aquele amargo de boca que ficou depois do 4-4 aqui no 11 de Novembro, em Luanda, na altura do CAN 2010. A Tunísia é um adversário que Angola tem uma preferência ou, pelo menos, a forma de jogar das equipas do norte de África devido à cultura táctica próxima do futebol europeu que favorece o estilo de jogo que tem Angola. A Mauritânia é um adversário que Angola conhece perfeitamente bem. Penso que estão aqui adversários que Angola pode claramente ultrapassar. Pode claramente, com espírito de sacrifício, com luta, com entrega e determinação conseguir ultrapassar esses adversários e sonhar desta vez passar, pelo menos, dos quartos-de-final”, considerou Celestino Gonçalves.

 

PSG adia conquista do título com derrota humilhante

Em França, num jogo que era suposto consagrar o PSG como campeão de França de futebol, o clube parisiense sofreu uma humilhante derrota imposta pelo Lille por 5-1. O Paris Saint Germain precisava de um ponto para conquistar o seu segundo título de campeão consecutivo, mas o Lille - com os portugueses José Fonte, Xeka e Rui Fonte – evitou que a festa fosse na sua terra. Dois golos tiveram autores lusófonos: o do defesa brasileiro Gabriel e o do internacional português, José Fonte. Na tabela classificativa o Paris Saint-Germain continua na liderança com 81 pontos, à frente do Lille que conta com 64 pontos. Agora, o PSG terá de esperar por  quarta-feira para um jogo contra o Nantes, do português Edgar Ié, ou pelo próximo fim-de-semana para jogar contra o Mónaco de Leonardo Jardim.

Em Portugal, Benfica e Porto partilham a liderança da Liga. O FC Porto venceu em Portimão, por 3-0, mas o Benfica respondeu com um triunfo sobre o Vitória de Setúbal, por 4-2. As duas equipas estão em igualdade pontual, mas o primeiro lugar é do Benfica.

 

Lusodescendente Mélanie de Jesus dos Santos faz história

A lusodescendente Mélanie de Jesus dos Santos sagrou-se campeã europeia de ginástica no solo e vice-campeã na trave, este fim-de-semana, na Polónia. Aos 19 anos, a francesa - com pai português e a mãe da Martinica - venceu duas medalhas de ouro no solo e uma de prata na trave. É a única francesa três vezes campeã europeia e a primeira francesa com dois títulos numa edição. O próximo objectivo é o mundial na Alemanha e o apuramento para os Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano.

 

Tiger Woods, a lenda voltou

A terminar, uma lenda do golfe renasceu. Aos 43 anos, Tiger Woods ganhou, este domingo, o Masters d’Augusta, onze anos depois da última conquista em Grand Chelem. O antigo número 1 mundial conquistou o seu 15° Grand Chelem, após mais de uma década de travessia do deserto, manchada por escândalos extra-conjugais e por várias lesões nas costas.


Sobre o mesmo assunto

  • Futebol

    CAN 2019: Guiné-Bissau e Angola com sorteio complicado

    Saber mais

  • Futebol

    CAN 2019: Guiné-Bissau e Angola vão conhecer adversários

    Saber mais

  • Desporto

    Guiné-Bissau e Angola apurados para o CAN 2019

    Saber mais

  • Guiné-Bissau

    CAN: “Djurtus” já pensam no Mundial

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.