Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 15/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 15/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 15/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 15/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola lança plano para criação de 500 mil empregos

media Presidente de Angola, João Lourenço. Palácio Presidencial, Luanda em Janeiro de 2018. AMPE ROGERIO / AFP

Depois da sua aprovação em meados deste mês, foi lançado esta semana o Plano de Acção para a Promoção de Empregabilidade, um plano orçado em um pouco mais de 58 milhões de Euros, para fomentar o emprego nomeadamente junto dos jovens. Através desta estratégia, o Presidente angolano pretende alcançar até ao final do seu mandato em 2022 a criação de 500 mil empregos.

De acordo com o decreto 113/19 instituindo o PAPE, este plano que tem por objectivo servir de "instrumento de gestão operacional destinado a fomentar e apoiar o espírito de iniciativa na juventude", vai ser financiado pelo Orçamento Geral do Estado (OGE) e o Fundo de Petróleo.

Esta estratégia que vai estender-se nos próximos três anos, tem por intuito incrementar as actividades dos empreendedores já estabelecidos, acompanhar a criação de novos negócios e dar formação a jovens através nomeadamente da atribuição de microcréditos e também distribuição de kits profissionais a jovens em diversas áreas.

Segundo dados do INE, Instituto Nacional de Estatística, no ano de 2018, a taxa de desemprego em Angola situava-se em 28,8%, os jovens constituindo a maioria deste universo. Face a esta situação, em 2017, João Lourenço então em campanha para as presidenciais tinha colocado a luta contra o desemprego entre as suas prioridades. Ao recordar precisamente este aspecto, o economista angolano José Cerqueira não deixa de apontar o que a seu ver podem ser obstáculos à concretização do PAPE.

Economista angolano José Cerqueira 24/04/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.