Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola desmente encomenda de viaturas com droga

media Angola desmente encomenda de carros com droga apreendidos no porto de Dakar, Senegal. RFI/Ndiassé SAMBE

Angola desmente que a Presidência da República tenha encomendado ao Brasil veículos que transportavam droga e que foram interceptadas no porto de Dakar, Senegal.

A Presidência da República angolana desmentiu ter encomendado ao Brasil viaturas que transportavam droga dissimulada no interior e que foram apreendidas no porto de Dakar.

A informação foi avançada pelas agências britânica Reuteurs e a espanhola EFE que dão conta que as autoridades senegalesas apreenderam, no passado domingo, 798 quilogramas de cocaína dissimulada em carros transportados por um navio proveniente do Brasil e que tinha como destino Angola.

O ministro angolano do Interior, Angelo Veiga Tavares, já veio anunciar que o gabinete angolano da Interpol está a colaborar com o Senegal nesta investigação. Sabe-se ainda que uma equipa do Serviço de Investigação Criminal partiu esta terça-feira para Dakar com a finalidade de esclarecer este caso.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.