Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Angola

Angola: pré-aviso de greve dos pilotos da TAAG

media  
TAAG, Linhas Aéreas de Angola. Benjamin SHEPPARD / AFP

Pré-aviso de greve dos pilotos da TAAG, que ameaçam parar durante 10 dias, a partir de 05 de Setembro. Reivindicações salariais estão na base do protesto.

O Sindicato dos Pilotos de Linha Aérea de Angola quer celeridade no processo negocial, “que se arrasta há mais de sete anos”.

O sindicato ressalva que em 2012 foi entregue à companhia aérea um caderno reivindicativo, que resultou em entendimentos pontuais, mas não conclusivos por indisponibilidade da administração da TAAG.

Os trabalhadores querem a conclusão de um acordo que defina um novo estatuto remuneratório que garanta direitos, salários condignos, regalias sociais, seguros, condições de reforma e de trabalho.

O sindicato denuncia assimetrias salariais, com pilotos a receberem remunerações diferentes no desempenho das mesmas funções operando na mesma aeronave.

A administração da TAAG já iniciou com o sindicato a abordagem do caderno reivindicativo para tentar travar a paralisação.

A TAAG é uma das 195 empresas que o Governo de Angola pretende privatizar até 2022, no âmbito do Programa de Privatizações (ProPriv).

Actualmente a companhia aérea angolana conta com 3.100 funcionários.

Com a colaboração de Avelino Miguel, correspondente em Luanda.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.