Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

As barracas da Ilha do Fogo

media RFI/Odair Santos

A Ilha do Fogo festejou este sábado, 11 de Julho, o Dia Mundial da População, sob o lema "As populações vulneráveis em situação de emergência". Para marcar a data, foram realizadas feiras de saúde em Achada Furna e Monte Grande, as localidades que acolhem a maior parte das famílias deslocadas de Chã das Caldeiras.

A Ilha do Fogo, em Cabo Verde, celebrou o Dia Mundial da População tendo como pano de fundo a erupção vulcânica de novembro e os habitantes que perderam casas e terrenos de cultivo.

Hoje, ainda há pessoas a viverem em espaços improvisados nos centros de acolhimento. Em Achada Furna, a poucos quilómetros do vulção do Pico, há tendas e barracas de papelão e palha onde vivem até catorze pessoas.

Por outro lado, ainda não se sabe quando começam as obras do novo assentamento.

 

 Oiça aqui a reportagem do nosso correspondente em Cabo Verde, Odair Santos.

Reportagem de Odair Santos 13/07/2015 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.