Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

Cabo Verde distinguido na luta contra a malária

media Cabo Verde distinguida na luta contra a malária GETTY/DEA PICTURE LIBRARY

Cabo Verde foi distinguido pela terceira vez com o prémio Alma- no quadro da Aliança dos Líderes Africanos contra a Malária, do qual o país faz parte. A cerimónia decorreu à margem da 28a Cimeira dos chefes de Estado da UA que decorre em Addis Abeba, Etiópia.

Cabo Verde foi um dos oito países africanos galardoados pela Aliança de Líderes Africanos contra a Malária (ALMA), pela determinação no combate à doença.

Em declarações à RFI, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, mostrou-se satisfeito com a distinção e sublinhou que é o resultado do trabalho do ministério da Saúde.

"Foi a terceira vez que Cabo Verde recebeu este prémio, 2013, 2016 e agora em 2017. Cabo Verde não teve óbitos por causa da malária no ano passado graças ao trabalho extraordinário que o nosso ministério da Saúde tem vindo a realizar, ao longo de vários anos (...) é o corolário de um trabalho sério que Cabo Verde está a fazer", sublinhou.

A atribuição dos prémios decorreu à margem da 28a Cimeira de Chefes de Estado da União Africana e contou com a presença da ainda presidente da Comissão da UA, Dlamini Zuma, e do secretário-geral da ONU, António Guterres.

"Foi um momento muito interessante porque recebi o prémio da senhora Zuma na presença do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres que felicitou Cabo Verde e disse que Cabo Verde está sempre na linha da frente", concluiu o responsável pela diplomacia cabo-verdiana.

Para além de Cabo Verde, foram ainda distinguidos pela determinação no combate à malária o Botsuana, Comores, República Democrática do Congo, Etiópia, Suazilândia, Uganda e Chade.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.