Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

Incentivos à imprensa privada em Cabo Verde

media Logo do semanário caboverdiano "A Nação" à espera de incentivos à altura da imprensa livre de um Estado democrático RFI

O governo caboverdiano, vai dar incentivos à imprensa caboverdiana desbloqueando um montante anual de cerca de 113 milhões de escudos, pouco mais de 110 mil euros, o que não cobre nem 10 por cento dos custos dos jornais desiludindo os jornalistas.

Há muito que se esperava pelo anúncio do governo caboverdiano, através da Direcção-geral da comunicação social, sobre um programa de incentivos e apoio financeiro à imprensa privada em Cabo Verde, que vem passando por enormes dificuldades financeiras.

O anúncio chegou esta quinta-feira, 23 de fevereiro, pela mensageira, Ineida Cabral, Directora-geral da comunicação social, dizendo que o governo ia desbloquear um total de 113 milhões de escudos caboverdianos, o equivalente a mais ou menos 110 mil euros.

Uma soma irrisória para um grupo de mídias do sector privado, como os semanários, A Nação, A Semana e Expresso das Ilhas, mas também o grupo Alfa Comunicações e ainda o jornal Terra Nova e a revista cultural, Artiletra.

Aliás o proprietário e PCA do grupo Alfa Comunicações, dono igualmente do jornal A Nação, Fernando Ortet, declarou à RFI que o seu semanário vai receber 2.299.988 escudos, o que "não chega a 20 mil euros".

"O grosso dos seis meios de comunicação que se apresentaram para receber o incentivo do Estado à Imprensa privada totaliza 113 milhões de escudos, aproximadamente, 110 mil euros", sublinha Fernando Ortet.

Para este patrão caboverdiano da Comunicação e Imprensa privada, em Cabo Verde, o "Estado incentivou a Imprensa privada com menos de 10 por cento dos gastos que a imprensa fez só nas rúbricas que o Estado aceitou apoiar".

Indo mais longe e falando em termos de imprensa livre e democracia, Fernando Ortet, acrescenta  que "acredita que ainda em Cabo Verde  não se terá compreendido profundamente o impacto da comunicação social, da imprensa privada."

"Quando se perceber disso - oxalá não seja muito tarde - as coisas poderão mudar", sublinha em entrevista à RFI, o patrão do jornal A Nação, Fernando Ortet.

Fernando Ortet, PCA do grupo ALFA e Jornal A Nação 24/02/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.