Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/05 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/05 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/05 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/05 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/05 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/05 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/05 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/05 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/05 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/05 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/05 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/05 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/05 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/05 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/05 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/05 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

Médicos vão poder progredir na carreira em Cabo Verde

media Cidade Velha, Ilha de Santiago. 8 de Junho de 2009. Orlando Rodrigues / AFP

Cerca de vinte anos depois, os médicos cabo-verdianos vão poder progredir na carreira. O governo aprovou, esta semana, o Plano de Cargos, Carreiras e Salários, um esforço financeiro de cerca de 82 mil contos por ano. O ministro da presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, defendeu que a proposta traz justiça e estabilidade aos médicos.

O governo de Cabo Verde aprovou o decreto-lei que permite progressões na carreira médica, o chamado Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do pessoal que integra a carreira médica. O custo da implementação da medida é de quase 82 mil contos por ano, cerca de 745 mil euros.

A aprovação do diploma foi anunciada pelo ministro da presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, numa conferência de imprensa, na quinta-feira.

Fernando Elísio Freire afirmou que a proposta traz justiça aos médicos estagnados na carreira nos últimos 20 anos, explicando que ela resulta de um largo consenso entre o executivo, os sindicatos e a classe médica.

“O governo com esta proposta, alinha todas as reivindicações dos médicos com as condições económicas e sociais do país”, disse o ministro, acrescentando: “Esta medida do governo é complemento de um compromisso com o povo cabo-verdiano e sobretudo com os médicos".

Odair Santos, correspondente em Cabo Verde 12/03/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.