Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

Trabalhadores contra proposta da TACV

media

O Sindicato de Metalomecânica, Transporte, Comunicações e Turismo não concorda com a proposta da TACV apresentada aos trabalhadores que ficam a partir de hoje sem emprego.

Os trabalhadores dos serviços de escala e representações da TACV fora da cidade da Praia e da ilha do Sal que foram dispensados pela companhia aérea receberam uma proposta de rescisão de contrato na base de 25 dias por cada ano de serviço.

Uma proposta que é recusada pelos funcionários como adiantou à RFI, o presidente do Sindicato de Metalomecânica, Transportes, Comunicações e Turismo, Tomás Aquino Delgado.

“Os trabalhadores não aceitam porque fica muito aquém daquilo que será o valor justo para a sua indemnização, considerando que a decisão de reestruturação da empresa e encerramento da agência foi unilateralmente tomada pela administração da empresa”, referiu.

O sindicato avança que a proposta da administração da TACV foi apresentada na segunda-feira passada, antevéspera do dia do encerramento dos serviços de escala e representações da TACV fora da cidade da Praia e da ilha do Sal, não dando assim margem aos trabalhadores para reagirem.

Há trabalhadores que estão na ilha do Sal transferidos e que vão receber este valor de 850 mil escudos para dez meses, subsídio de reinstalação (...) há trabalhadores que estão a ser transferidos para a cidade da Praia sem nenhum subsídio de reinstalação. Isto é admissível e inaceitável, isso é discriminatório e nós não vamos permitir que isso aconteça”, conclui.

Por outro lado, Tomás Aquino Delgado acusa a administração da TACV de ter dois pesos e duas medidas em relação aos trabalhadores a serem transferidos. Os que vão para a ilha do Sal têm subsídio de reinstalação, enquanto os funcionários que são deslocados para a cidade da Praia não recebem nenhum auxílio.

Correspondência de Odaír Santos 28/02/2018 ouvir

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.