Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

COP24: A “falta de ambição” dos países desenvolvidos

COP24: A “falta de ambição” dos países desenvolvidos
 
Alexandre Rodrigues, Director-Geral do Ambiente de Cabo Verde Cristiana Soares

Decorre até sexta-feira, 14 de Dezembro, a COP24 em Katowice, Polónia. O objectivo desta cimeira do clima é criar o “livro de regras” para a implementação do Acordo de Paris, rubricado em Dezembro de 2015 na capital francesa. O Director-Geral do Ambiente de Cabo Verde lamenta a “falta de ambição” dos países desenvolvidos.

Os sinais são claros, o planeta está a aquecer e os fenómenos climáticos extremos são cada vez mais frequentes. Todavia, os cerca de 200 países aqui reunidos tardam numa resposta ambiciosa.

O Acordo de Paris prevê limitar o aumento da temperatura média global abaixo de 2 ºC em relação à era pré-industrial, mas o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês), divulgado em Outubro passado recomenda limitar o aquecimento da Terra a manos de 1,5°C.

Alexandre Rodrigues, Director-Geral do Ambiente de Cabo Verde, sublinha a qualidade do documento firmado em Paris em 2015, porém sublinha a falta de ambição” dos NDC’s (Nationally Determined Contributions - Contribuições Nacionalmente Determinadas) dos países desenvolvidos e o não cumprimento do financiamento prometido.

Em declarações à RFI, em Katowice, o Director-Geral do Ambiente de Cabo Verde reconheceu que os países em desenvolvimento e menos desenvolvidos têm pouco peso para as decisões finais, mas defende que mesmo assim nesta “assembleia dos países, todos temos voz. Mesmo sabendo da dificuldade de impor a nossa voz, temos de o fazer, não podemos ficar calados”. Alexandre Rodrigues ressalva, que “os vários ganhos que têm tido devem-se à persistência do povo africano e dos pequenos estados insulares”.

O governante cabo-verdiano acrescentou, ainda, que é necessário que os países em desenvolvimento e menos desenvolvidos dêem “sinais claros e evidentes de que estão a trabalhar na mitigação e adaptação e a mobilizar os recursos internos para implementar também os compromissos”.


Sobre o mesmo assunto

  • COP24

    COP24: É preciso “aliança global” contra o plástico

    Saber mais

  • COP24

    COP24 : Transportes continuam “fora de pista”

    Saber mais

  • COP24

    COP24: Florestas cruciais para a captura de carbono

    Saber mais

  • COP24

    COP24: Fundo Verde precisa de meios

    Saber mais

  • "Angola quer conservar espécies selvagens"

    Em Genebra, na Suíça, decorre até dia 28 de Agosto, a Convenção Sobre Comércio Ilegal e Espécies da Fauna e Flora Selvagem da ONU-CITES. A reunião, que acontece a cada …

  • São Tomé: Verdes declaram guerra a lixeira

    São Tomé: Verdes declaram guerra a lixeira

    Há mais de trinta anos que a lixeira da Penha no distrito de Água Grande integra a paisagem de São Tomé. São mais de dois hectares de lixeira a céu aberto que recebe …

  • Descoberta nova forma de poluição com plástico na Madeira

    Descoberta nova forma de poluição com plástico na Madeira

    O Instituto Francês de Investigação e Exploração do Mar (IFREMER) publicou um estudo no qual dá conta que o mar Mediterrâneo é o mar mais poluído da Europa. Estima-se …

  • Bolsa Marie Curie para estudar São Tomé e Moçambique

    Bolsa Marie Curie para estudar São Tomé e Moçambique

    A investigadora portuguesa Ana Nuno venceu uma bolsa Marie Curie para estudar a gestão dos recursos marinhos em São Tomé e Príncipe e Moçambique. A ajuda de 150 mil euros …

  • Sysadvance converte biogás em biometano, um gás natural e renovável

    Sysadvance converte biogás em biometano, um gás natural e renovável

    Neste magazine vamos falar de uma tecnologia de purificação dos gases de aterro - altamente contaminados - transformando-os em biometano, um gás natural, renovável e …

  • 50 anos do primeiro passo do Homem na lua

    50 anos do primeiro passo do Homem na lua

    "É um pequeno passo para o Homem mas um passo de gigante para Humanidade". Estas foram as primeiras palavras do americano Neil Armstrong ao dar o primeiro passo na lua …

  • OMS avalia epidemia do vírus Ébola na RDC

    OMS avalia epidemia do vírus Ébola na RDC

    A organização Mundial de Saúde reúne-se amanhã para analisar a evolução da epidemia do vírus Ébola na Republica Democrática do Congo e para avaliar a necessidade de se …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.