Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

TPI absolve Laurent Gbagbo

TPI absolve Laurent Gbagbo
 
Laurent Gbagbo, ex-presidente da Costa do Marfim Peter Dejong/Pool via REUTERS

O Tribunal Penal Internacional decidiu esta terça-feira absolver Laurent Gbagbo e Charles Blé Goudé. Os dois homens estavam acusados de crimes contra a humanidade, no seguimento da violência pós-eleitoral de 2010-2011. Os juízes ordenaram a libertação imediata dos dois acusados. Decisão que foi imediatamente suspensa a pedido do procurador na expectativa de um novo recurso. A nova audiência está marcada para amanhã de manhã.

Sobre esta decisão, a RFI ouviu José Brito, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, amigo pessoal de Laurent Gbagbo. José Brito defende que está decisão credibiliza a Justiça Internacional e acrescenta que a decisão de deter e acusar Gbagbo foi “uma decisão política”.


Sobre o mesmo assunto

  • COSTA DO MARFIM / ANGOLA

    Angola não considera Gbagbo como presidente da Costa do Marfim

    Saber mais

  • Angola / Costa do Marfim

    Angola ainda não reagiu à queda de Gbagbo

    Saber mais

  • Revista de Imprensa

    Gbago nas capas dos jornais franceses

    Saber mais

  • COSTA DO MARFIM

    A França quer que Gbagbo assine um documento de renúncia do poder

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.