Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Cabo Verde

Santiago terá a maior Central Solar Fotovoltaica

media Painéis de energia solar. Flickr/ Creative Commons

O governo cabo verdiano assinou com a empresa Tâmega Energy SA um contrato para a construção daquela que vai ser a maior central solar fotovoltaica do país.

A maior Central Solar Fotovoltaica de Cabo Verde vai ser erguida no município de São Miguel, no interior da Ilha de Santiago, com um custo de 100 milhões de euros.

A infraestrutura vai ocupar uma área de 22 hectares, e terá capacidade para produzir 10 megawatt.

Ao presenciar a assinatura do contrato para a implementação, construção e exploração da Central Solar entre o Governo e a empresa vencedora do concurso público, o primeiro ministro, Ulisses Correia e Silva, considerou ser um momento “marcante” para o país porque o projecto tem impacto a vários níveis.

Significa uma contribuição importante para o aumento da produção de energia renovável e para a execução do nosso plano de transição energética.

Tem um impacto importante na dinamização do emprego, que é na fase da construção e da instalação, mas há também oportunidades de emprego na fase de operação e manutenção, que são empregos mais duráveis e sustentáveis.

O impacto sobre o ambiente foi aqui demonstrado, 11800 toneladas por ano de poupança: de não poluição através de CO2”, afirma o primeiro ministro cabo verdiano.

Integrada no Programa Nacional para a Sustentabilidade Energética, a Central Solar Fotovoltaica de Calheta de São Miguel vai custar 100 milhões de euros e deverá ficar concluída em Setembro de 2020.

O governo pretende alcançar 30% de penetração das energias renováveis até 2025 e ultrapassar 50% em 2030.

Oiça aqui a reportagem de Odair santos, em Cabo verde.

Odair Santos, Cabo Verde, 05/06/19 05/06/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.