Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Filme "Vitalina Varela" de Pedro Costa com dois Leopardos de Ouro em Locarno

Filme
 
Vitalina Varela recompensada com Leopardo de Ouro melhor actriz em Locarno OPTECFILMES

O filme "Vitalina Varela" a oitava longa metragem do realizador português Pedro Costa de 60 anos de idade, arrecadou no passado sábado (17/08) quatro prémios no Festival Internacional de Cinema de Locarno na Suiça, considerado o quarto maior festival de cinema no mundo.

Dois Leopardos de Ouro para o melhor fime e melhor actriz para a cabo-verdiana Vitalina Varela, que obteve também o Prémio Boccalino d'Oro, atribuido por um júri independente e ainda um prémio ecuménico atribuido pela igreja suiça.

Vitalina Varela com 55 anos de idade conta a sua própria história, camponesa na sua aldeia natal de Figueira das Naus, na ilha de Santiago em Cabo Verde, casou com o seu primeiro amor Joaquim, que emigrou para Portugal e se instalou no bairro da Cova da Moura, nos arredores de Lisboa, onde reside uma grande comunidade cabo-verdiana.

Durante os 25 anos que passou na Europa, Joaquim regressou uma vez a Cabo Verde e escreveu duas cartas à sua esposa, uma das quais com um bilhete de avião para que ela o visitasse, o que Vitalina apenas fez quando soube da sua morte, mas chegou ao aeroporto de Lisboa descalça, três dias depois do funeral.

Com em pano de fundo a emigração, o filme relata o drama amargo da luta pela sobreviência, o desenraizamento, a difícil integração, o exílio...

Já programado para os festivais de Toronto e Nova Iorque em Setembro, Pedro Costa tem uma longa relação com a produtora OPTEC -Sociedade Óptica Técnica e o produtor Abel Ribeiro Chaves, que nos relata a génese desta profícua colaboração.


Sobre o mesmo assunto

  • Suíça

    Filme de realizador luso Pedro Costa premiado no Festival de Locarno

    Saber mais

  • Convidado

    Imigração cabo-verdiana em Portugal em filme

    Saber mais

  • Convidado

    Technoboss, filme português em competição em Locarno

    Saber mais

  • Convidado

    Revolução portuguesa em filme em Locarno

    Saber mais

  • "Os filhos do colonialismo" na Culturgest

    Entre os dias 19 de Setembro e o 5 de Outubro, em Lisboa realiza-se o "Ciclo Memórias Coloniais", uma série de eventos organizados pela Culturgest, fundação ligada ao …

  • “Bem-vindos às nossas fronteiras fechadas”

    “Bem-vindos às nossas fronteiras fechadas”

    O livro “Clube Mediterrâneo – Doze fotogramas e uma devoração”, foi distinguido na Feira Internacional do Livro de Moscovo na categoria Livro de Autor. A obra foi escrita …

  • Nú Barreto expõe

    Nú Barreto expõe "Homem Imperfeito" em Bruxelas

    O trabalho do artista guineense Nú Barreto vai estar, a partir desta quinta-feira e até 26 de Outubro, na Galerie Nathalie Obadia, em Bruxelas. Composta essencialmente …

  • José Luís Mendonça: o dever de humanidade do escritor

    José Luís Mendonça: o dever de humanidade do escritor

    Nesta edição de Artes falamos de literatura com o escritor angolano José Luís Mendonça, cuja obra é uma estetoscopia da sua sociedade e da África, com em pano de fundo,um …

  • "Código Memória" preserva tempo de escuta

    O projecto "Código Memória" nasceu há um ano em Portugal e chegou este verão ao bairro belga de Matongé, pela mão de Hélder Wasterlain.O escritor, encenador ou ainda …

  • Angola conjuga umbundo e português

    Angola conjuga umbundo e português

    Chega às livrarias angolanas, esta sexta-feira, o dicionário de verbos conjugados em umbundu e português: “Três tempos num só modo”. O dicionário de 209 páginas traduz …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.