Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Artigo

John Galliano volta à moda no comando da griffe Martin Margiela

media O estilista John Galliano, em 2010. Reuters/Benoit Tessier/Files

Depois de cair em desgraça ao ser flagrado bêbado em vídeo, dizendo frases racistas em um bar parisiense, o que lhe valeu ser demitido pela Dior, em 2011, o britânico John Galliano assume a direção artística da griffe francesa Maison Martin Margiela. O anúncio foi feito em Paris, nesta segunda-feira (6).

Segundo Renzo Rosso, presidente do grupo OTB, detentora da griffe, “John Galliano é um dos maiores talentos de todos os tempos”. É um “estilista único e excepcional para uma maison que sempre buscou a inovação no mundo da moda”, acrescentou em comunicado.

Enfant terrible

Conhecido por sua excentricidade “british”, pelo perfeccionismo e por uma energia criadora fora do comum, o britânico Galliano passou quinze anos na Christian Dior, até ser despedido em 2011, no episódio racista que lhe valeu uma multa de € 6 mil.

Galliano manteve o perfil discreto desde então. Mas ele voltou a ser noticia em fevereiro de 2013, quando colaborou com a elogiada coleção de Oscar de la Renta, na Semana da Moda de Nova York. Em maio, ele reapareceu na Rússia, ao ser nomeado diretor artístico de L’Étoile, a maior cadeia russa de cosméticos.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.