Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Desporto

Lufthansa diz que não cede à greve em dos pilotos

media Greve dos pilotos da Lufthansa contra corte de benefícios sociais e o plano de redução de custos da empresa. REUTERS/Kai Pfaffenbach

A direcção da companhia aérea alemã, Lufthansa, anunciou hoje que não vai ceder às reivindicações dos pilotos que cumprem hoje o primeiro de dois dias de greve. Desde o início do ano as paralizações já custaram à transportadora 100 milhões de euros,

"Nós estamos determinados, os pilotos enganam-se com a direcção que têm", declarou esta manhã o porta-voz da Lufthansa. Os dois dias de greve resultam do apelo do sindicato do Cockpit que reclama condições de reforma, dos salários e do plano de redução de custos. A Lufthansa pretende transferir operações para a filial de baixo-custo, Germanwings, e os pilotos querem que a transportadora deixe de deslocalizar empregos.

A companhia aérea cancelou 84 dos 170 voos de longo curso previstos para esta terça-feira com partida ou chegada de Frankfurt, Munique e Dusseldorf. Para amanhã está prevista uma nova paralisação que deverá afectar os voos de curto e médio curso da Lufthansa e da companhia de Low Cost Germanwings.

Este braço de ferro entre a transportadora e o sindicato vai já no décimo terceiro movimento de greve em dezoito meses. Desde o início do ano estas greves já custaram à empresa 100 milhões de euros, a Lufthansa que está empenhada em implementar uma política de redução de custos para fazer face às companhias de Low cost.

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.